Jovem de 28 anos estava com a habilitação suspensa e precisa pagar fiança de US$ 400 para sair da cadeia

Placa falsa feita por Amanda Schweickert, nos EUA
Reprodução
Placa falsa feita por Amanda Schweickert, nos EUA

Se você fosse tentar enganar a polícia com uma placa falsa, como faria? Uma mulher da cidade norte-americana de Sardinia achou que seria uma boa ideia usar placa feita de papelão. Amanda Schweickert, de 28 anos, fez a chapa fria em casa e foi capturada pela polícia de Springville, no estado de Nova York, na última quarta-feira (2).

De acordo com a página no Facebook da polícia local , o oficial viu que o veículo não tinha placa dianteira e, logo em seguida, viu que a placa traseira era obviamente falsa. Amanda estava com sua licença para dirigir suspensa e não tinha seguro – algo obrigatório em alguns estados dos EUA.

Agora Amanda está detida no centro de detenção de Erie County  e precisa pagar uma fiança de US$ 400 para ser liberada. Ela foi indiciada por possuir e usar um documento oficial falsificado, dirigir com a licença suspensa e mais três infrações de trânsito.

Improvisar placas falsas é mais comum do que parece. Em 2014 uma mulher em Massachusetts (EUA) foi presa por utilizar uma placa feita de papelão e que parece ter sido desenhada por uma criança. Volta e meia aparecem pessoas que acreditam que as leis não se aplicam a elas. Algumas por fazer parte de alguma associação contra o governo, outras usam o argumento de que o carro é uma propriedade privada e podem fazer o que quiser – inclusive dirigir sem habilitação.

Casos assim são mais recorrentes na China, onde a criatividade rola solta. Um homem foi parado pela polícia por dirigir um Porsche  que teve a placa adulterada com pasta de dente, enquanto outro motorista foi capturado com papel higiênico cobrindo uma letra. Algumas lojas vendem equipamentos para ajudar a burlar a lei, como adesivos e até mesmo um mecanismo que faz a placa levantar para não ser identificada.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.