Esportivo foi encontrado em um jardim, onde praticamente virou parte da cerca viva, e vendido por R$ 298 mil

Carros antigos que são reencontrados depois de um tempo abandonados sempre rendem boas histórias, mas poucas são tão boas quanto a deste Jaguar  E-Type . O cupê possui uma ligação com  The Beatles . Seu dono original foi Ivor Arbiter, o homem que criou o logo utilizado pela banda. Após ter sido encontrado, o carro foi leiloado na Inglaterra por £ 57.900 (R$ 298.520), no estado que estava.

Arbiter comprou o Jag em 1963 e o vendeu em 1965. O carro foi pulando de dono para dono até que, em 1967, encontrou seu último dono: Frank Riches, um entusiasta que utilizou o E-Type em diversas corridas. Riches correu o máximo que pode, até que a embreagem quebrou e o deixou guardado em um depósito até os anos 1980, quando o moveu para o seu jardim. Ficou abandonado durante anos, se tornando um com a vegetação. Só foi encontrado em 2015 e levado para leilão.

Mesmo se desconsiderarmos o fato de estar ligado à origem de uma das maiores bandas da história, o E-Type vale toda a atenção. Esse cupê é da primeira série produzida, um dos 1799 com direção do lado direito. Seu motor é um 3.8 seis-cilindros de 265 cv e alcança 241 km/h. É considerado por muitos um dos carros mais bonitos já produzidos – Enzo Ferrari afirmou que o E-Type é o mais belo já feito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.