Modelo movido a célula de combustível tem a maior autonomia entre os veículos de emissão zero, chegando a cerca de 750 km

A Honda começa a vender no Japão o primeiro modelo de cinco lugares com emissão zero de poluentes. Trata-se do novo Clarity , que deverá ter cerca de 200 unidades vendidas durante o ano,de acordo com as previsões da fabricante. O carro será vendido no mercado japonês pelo equivalente a US$ 67.346 (cerca de R$ 242 mil). Mas também estará disponível nos Estados Unidos e na Europa a partir do fim do ano. 

Um dos principais atrativos do novo Clarity é a autonomia de 750 com um tanque, que pode ser reabastecido em apenas três minutos, diz a Honda . O Toyota  Mirai, que leva quatro ocupantes e se tornou o pioneiro em veículos a hidrogênio (e que emitem apenas vapor d´água pelo escapamento) produzidos em larga escala, pode rodar 650 km com um tanque.

De acordo com o presidente mundial da Honda , Takahiro Hachigo "Nós acreditamos que os carros movidos a celula a combustível (FCVs) têm potencial para se tornarem uma alternativa aos a gasolina em termos de mobilidade e representam uma saída para a questão do ecologicamente correto".

Mas o Japão terá que investir bastante na infra-estrutura adequada para abastecer os carros com hidrogênio. Além disso, também será necessário reduzir o preço dos carros FCV, como o Clarity, para que se tornem mais atraentes para o consumidor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.