Esse carro reescreveu a história da Lamborghini

Para alguns puristas, o  Lamborghini Miura , além de ser um dos carros mais bonitos já feitos, é também considerado o primeiro super esportivo puro-sangue fabricado em série. Se você acha que isso é exagero, há um ano um  Lamborghini Miura SV fabricado em 1971, foi vendido num leilão da Sotheby’s  por US$ 2,3 milhões. 

Cerca de 740 Miuras foram produzidos entre 1966 e 1973, quando ele foi substituído pelo icônico  Lamborghini Countach , mas há uma lenda dizendo que nenhum desses Miuras  deveria sequer ter existido. Corre o boato que Ferruccio Lamborghini, fundador da marca, não queria fabricar carros superesportivos, evitando competir com a Ferrari . Seu foco eram os carros de passeio potentes de alto desempenho como o  350 GT , o 400 GT , o  Islero , o Espada  e o Jarama . Mas seus engenheiros tinham outra ideia. A paixão que os movia eram os carros de corrida de altíssima performance e por isso, às escondidas e durante suas folgas, desenharam o  Miura sem avisar o chefão. Ao ver o protótipo, Ferruccio se animou e deu sinal verde para sua produção, não por achar que o carro seria um sucesso de vendas, mas apenas por considerar que seria uma boa ferramenta de marketing.

Para sua sorte, Ferruccio estava enganado e o  Miura mudou a história de sua empresa, colocando-a no topo do exclusivíssimo clube dos fabricantes de carros super esportivos exóticos. O nome Miura veio de uma famosa linhagem de touros espanhóis que também serviram de inspiração para o desenho do famoso logotipo da Lamborguini . O signo de Ferruccio, o Touro, também deve ter ajudado na escolha.

Em 1971, o  Lamborghini Miura SV (Super Veloce) chassis número 4846 foi apresentado ao publico no Salão do Automóvel de Genebra. Para comemorar o aniversário de 50 anos do  Miura , semana passada, após uma ano de intenso trabalho, a 4846 foi novamente reapresentada ao mundo totalmente restaurado pela Polostorico , a recém criada divisão de restauração e apoio aos carros históricos da Lamborghini . Seu exterior foi pintado na cor original “Verde Mettalizada” e seu interior refeito com um belíssimo couro bege. Seu motor, um V12 central de 4 litros com 4 carburadores, que produz 380hp, é acoplado a uma transmissão manual de 5 velocidades, levando a Super Veloce de 0 a 100 km/h em incríveis 5,8 segundos e a velocidade máxima de espantosos 290 km/h (lembre-se, estamos falando de um carro de 1971!). Tanto a suspensão dianteira quanto a traseira é independente e as quatro rodas possuem freios a disco hidráulicos.

Veja esses dois belos filmes ao lado sobre o Miura. O primeiro, “Untamed”, conta a história do carro através de seu proprietário e o segundo, “The Reunion” é sobre a vida de dois homens ligados pelo mesma Miura, em 1973 e 40 anos mais tarde, em 2013.

VIDEO 1: The Lamborghini Miura Is Still Untamed


VIDEO 2: The Reunion 1973-2013 - The Lamborghini Miura SV Story


Matérias relacionadas:

1) Lamborghini Huracán LP 610-4 Avio: Inspirada em jatos militares de caça

2) Lamborghini Centenario: devemos agradecer à Ferrari por este incrível carro!

3) McLaren 650S GT3: Um sonho para apenas 15 felizardos. E milionários.

4) Este Porsche 911 GT1 Evolution está à venda por “apenas” R$ 11 milhões

5) Acordar às 6 da manhã num domingo? Sim, para levar o Porsche 911 R para a pista!


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.