Bolha baseada no sedã estreia no dia 10 de abril, substituindo a carcaça baseada no Sonic

A General Motors  tinha um problema sério na Stock Car. Havia dois tipos de bolha (a carcaça que cobre os veículos, feita de fibra e plástico): uma baseada no Peugeot 408 e outra no Chevrolet Sonic . Não era um bom representante para a marca, já que o Sonic deixou de ser vendido no País em 2014. Era hora de trocar e o escolhido foi a nova geração do Cruze .

Será uma mudança importante para as equipes que utilizam o chassi da Chevrolet . “A bolha do Sonic era pior do que a do 408 ”, explica um dos pilotos da categoria. “Ele era mais quadrado, enquanto o Peugeot tem um formato que ajuda na aerodinâmica. O novo carro tem um formato melhor e promete ser bem mais rápido.”

Fora a melhoria a aerodinâmica, o modelo traz as mudanças previstas na categoria para a temporada 2016. O tanque de combustível agora é feito de fibra de carbono, deixando o carro mais leve. As novas regras permitiram que a equipe redesenhasse as tomadas de ar e o assoalho dianteiro.

A estreia será no próximo dia 10 de abril, na etapa no Velopark, em Porto Alegre (RS). Apesar de a carcaça ser diferente, o motor é padronizado para toda a categoria, utilizando o mesmo V8 5.6 que gera mais de 500 cv.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.