Decisão vem após Chevrolet Sail tirar nota zero em teste de colisão do Latin NCAP

Teste de colisão do Chevrolet Sail feito pelo Latin NCAP. O sedã colombiano recebeu nota zero.
Divulgação/Latin NCAP
Teste de colisão do Chevrolet Sail feito pelo Latin NCAP. O sedã colombiano recebeu nota zero.

A primeira rodada de 2016  dos testes de colisão do Latin NCAP teve uma surpresa, com o péssimo desempenho do Chevrolet Sail . O sedã, fabricado na China e montado na Colômbia, tirou nota zero na proteção para adultos, pela falta de airbags e cinto de três pontos nos bancos traseiros. Os executivos da entidade deram uma bronca na fabricante e parece ter dado certo. Segundo a agência Associated Press , a General Motors  irá parar de vender carros se o item de segurança até 2019.

Não tinha como a marca ficar quieta a respeito. O Latin NCAP lembra que Mary Barra, a presidente da GM, deu uma declaração polêmica no começo do ano, defendendo a venda de carros sem airbags em países que não obrigam o uso do equipamento, para que continuem baratos.

O posicionamento da marca mudou. Agora prometem que todos os seus carros terão airbags e cinto de três pontos em todos os mercados. A mudança para os países da América Latina vai acontecer até 2019, quando chegar a nova geração de carros de entrada, usando uma plataforma desenvolvida na China . Estão inclusos nessa linha o substituto do Celta , Classic , Onix e Prisma .

Fonte:  Associated Press

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.