Utilitário será produzido no Brasil para concorrer com Ford EcoSport e Renault Duster

Nissan Kicks
Reprodução/Instagram
Nissan Kicks

A Nissan  não aguentou esperar pelo dia 3 de maio e revelou o utilitário Kicks , levando o SUV para uma ação de marketing no Rio de Janeiro com a atriz Giovanna Lancelloti, na Lagoa Rodrigo de Freitas. Segundo a marca, o modelo chega às lojas antes do início dos Jogos Olímpicos, que começam no dia 5 de agosto.

Nissan Kicks
Reprodução/Instagram
Nissan Kicks

Para cumprir esse cronograma, a Nissan teve que pedir ajuda para a fábrica no México, de onde virão os primeiros lotes do SUV. No fim do ano, começa a produção nacional do Kicks , no complexo de Resende (RJ), ao lado da dupla Versa e March , com quem compartilha plataforma e motores. Mesmo os modelos importados devem cumprir o índice de nacionalização de 74%.

Nissan Kicks
Reprodução/Instagram
Nissan Kicks

Em sua versão final, o Kicks manteve muito do conceito. As maçanetas seguem uma linha crescente e o teto continua na cor laranja. Na traseira, a coluna C tenta dar uma sensação de teto suspensão, com o uso de uma faixa preta. A frente do SUV segue a nova identidade visual da marca, que já estreou lá fora no sedã Maxima .

Deverá contar com o mesmo motor 1.6 de 111 cv e 15,1 kgfm de torque, com opção de duas transmissões: manual de cinco marchas ou CVT – essa última deve ser lançada no Versa e March no fim de junho.  Também vai usar a central multimídia Multi-App encontrada nos carros de entrada da Nissan , com 13 aplicativos, incluindo o navegador Waze, o serviço de streaming musical Spotify e até mesmo suporte ao comunicador Skype. Preços ainda não foram divulgados, mas devem ficar na casa dos R$ 60 mil, para competir com Ford EcoSport e Renault Duster .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.