Compartilhamento vai acelerar planos de lançamento de carros híbridos da Nissan

Mitsubishi Outlander PHEV
Divulgação/Mitsubishi
Mitsubishi Outlander PHEV

Embora possua o Leaf , um veículo completamente elétrico de produção, faltava à Nissan  um carro híbrido. Sem a tecnologia, a empresa se preparava para começar a desenvolver do zero. Com a compra de 34%  da Mitsubishi , tudo ficou mais fácil. Segundo Carlos Ghosn, presidente da Renault-Nissan , a Nissan deve reaproveitar o que a Mitsubishi já construiu para acelerar o lançamento de seu próprio híbrido.

“Eu diria que há algumas tecnologias que a Mitsubishi tem e a Renault-Nissan não tem, PHEV por exemplo, que a Nissan estava para desenvolver”, explicou Ghosn para jornalistas australianos. “Isso vai ajudar a Nissan a entrar nesse segmento imediatamente. Também dará à Mitsubishi uma escala maior que permita reduzir os custos. É mais sobre compartilhar e beneficiar em larga escala.”

Mitsubishi XR-PHEV
Divulgação/Mitsubishi
Mitsubishi XR-PHEV

Há anos que a Mitsubishi vem trabalhando com híbridos. Já lançou o Outlander PHEV , um dos carros mais vendidos do mundo com esse tipo de motorização, sem falar em diversos protótipos, como o XR-PHEV , um crossover com pegada mais esportiva e com motor 1.1 turbo de três cilindros, junto com um motor elétrico.

A declaração de Ghosn é mais uma indicação de que a Renault-Nissan tem grandes planos para a Mitsubishi . Na semana passada, o executivo afirmou que a próxima geração da picape Frontier deve compartilhar plataforma  com a L200 Triton , para reduzir custos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.