Fabricante compra ações e vai oferecer financiamento diferenciado para motoristas

Motoristas do Uber poderão comprar carros da Toyota e descontar as parcelas direto do valor das corridas.
Divulgação/Toyota
Motoristas do Uber poderão comprar carros da Toyota e descontar as parcelas direto do valor das corridas.

De olho na movimentação do mercado, a Toyota  anuncia que fez uma parceria com o Uber , comprando uma pequena parcela das ações do serviço de transporte coletivo. O primeiro passo dessa combinação será um financiamento especial de veículos da marca para os motoristas, permitindo que paguem pelos carros com parte do lucro das corridas. O valor do investimento não foi revelado.

"Estamos animados que a Toyota , maior fabricante de automóveis do mundo, está fazendo um investimento estratégico na Uber como parte de uma parceria global mais ampla. Os carros da Toyota estão entre os mais populares na plataforma Uber em todo o mundo. Estamos ansiosos para colaborar com a Toyota de várias maneiras daqui para frente, começando com a expansão de nossos esforços de financiamento de veículos ", afirma Emil Michael, diretor de negócios da Uber .

De acordo com a agência Bloomberg , a intenção da Toyota é adquirir experiência em como as pessoas estão utilizando este tipo de serviço e o investimento não tem como objetivo tentar controlar o Uber . É um valor suficiente para que a opinião da fabricante seja levada em conta, mas que não a impeça de se retirar da parceria caso não dê certo.

Embora não tenha dito, outro motivo é a movimentação de seus rivais. A General Motors  fechou um acordo com o Lyft , o rival direto do Uber e segundo serviço de transporte mais utilizado nos EUA. Investiu US$ 500 milhões e começou um programa semelhante de financiamento para os motoristas de Chicago, que será levado para outras cidades. A Volkswagen  escolheu o Gett , aplicativo de taxi, para injetar US$ 300 milhões, enquanto a Apple  investiu US$ 1 bilhão no chinês Didi Chuxing .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.