Decisão foi tomada com o cancelamento da construção da fábrica em Camaçari (BA). Marca terá linha de produção menor

JAC Motors
Divulgação
JAC Motors

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) cancelou ontem (31 de maio) o registro da JAC Motors  no programa de incentivos fiscais Inovar-Auto . A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União. Com isso, a JAC terá que devolver os incentivos fiscais recebidos na importação de veículos entre 2013 e 2014, valor que pode chegar a R$ 180 milhões.

Em 2012, a JAC conseguiu sua habilitação em 2012, após confirmar a construção de uma fábrica em Camaçari (BA). Fizeram até evento de lançamento da pedra fundamental e enterraram um J3 como cápsula do tempo no terreno. Registrada no programa, a JAC passou a receber um desconto nos 30 pontos percentuais no IPI, com uma cota anual de 4.800 veículos. Com o início da crise no setor automotivo, as vendas da marca caíram de 38 mil carros em 2011 para 5 mil unidades em 2015.

O complexo seria feito em um investimento conjunto do grupo SHC, do empresário Sergio Habib, e a matriz da JAC na China, totalizando R$ 1 bilhão. A crise veio e os chineses recuaram, deixando o problema para Habib. Já esperando por cobranças do governo, tomou a decisão de alugar um prédio em Camaçari para montar uma fábrica menor, com capacidade para 20 mil unidades por ano.

Mesmo sem a habilitação do Inovar-Auto, a JAC continuará a contar com a cota anual de 4.800 veículos sem o IPI. Em nota, a fabricante afirma que aguarda pelo posicionamento do MDIC sobre o faseamento do projeto, protocolado em outubro de 2015, e que irá recorrer da multa. A nova fábrica irá montar o utilitário JAC T5  e deve começar sua operação no 1º trimestre de 2017.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.