Mudanças no desenho e o esperado novo motor 1.5, de três cilindros, devem ficar para o início do ano que vem

Ford EcoSport 2017
Divulgação
Ford EcoSport 2017

A Ford anuncia a chegada do EcoSport 2017 às lojas. A única novidade fica por conta do plano de manutenção. Com a mudança, o modelo passa a contar com somente três revisões, em vez de quatro, durante os primeiros três anos de uso, cobrindo o prazo de garantia. Elas agora são feitas a cada 10.000 km, ou 12 meses, pelo sistema de preço fixo. De acordo com a fabricante, a economia é de 17%

O SUV continua sendo disponível nas versões SE e FreeStyle com motor 1.6 Flex e a opção de transmissão manual ou automática sequencial de dupla embreagem, além da Titanium automática e da 4WD, estas últimas com motor 2.0 Flex . A linha parte de R$68.490.

O novo plano de manutenção do EcoSport 2017 tem a primeira revisão aos 10.000 km ou 12 meses, por R$364 (ou quatro parcelas de R$91) para a versão 1.6, e R$368 (ou quatro parcelas de R$92) para a versão 2.0. Além da checagem de dezenas de itens, ela inclui troca de óleo, filtro de óleo do motor e filtro de combustível

A segunda revisão, aos 20.000 km ou 24 meses, sai por R$ 576 (ou quatro parcelas de R$ 144) para a versão 1.6 e R$ 544 (ou quatro vezes de R$ 136) para a versão 2.0. Estão incluídos oleo e filtro de oleo do motor, filtro de combustível fluido e freio e filtro da cabine.

A terceira revisão, de 30.000 km ou 36 meses, custa R$ 516 (ou quatro parcelas de 129) para a versão 1.6. e R$ 592 (ou quatro vezes de R$ 148) para a 2.0, com troca de óleo e filtro de óleo do motor e do filtro de combustível.

E o novo EcoSport?

Flagra do Ford EcoSport reestilizado na China
Reprodução/Auto163
Flagra do Ford EcoSport reestilizado na China


 Por aqui,  a versão renovada do EcoSport será lançada apenas no início de 2017, com participação confirmada para o Salão de Automóvel de São Paulo, entre os próximos dias 10 e 20 de novembro.  Entre outras mudanças, a grade dianteira vai  puxar mais o design do Kuga , o SUV derivado do  Focus. A diferença está na área entre os faróis e a grade.

Do lado de trás, está o estepe continiuará na traseira, indicando que não irão adotar a mudança feita no lançamento na Europa. As lanternas passam a serem de LED. O interior terá a renovação mais radical.

O painel contará com acabamento em duas cores, controles menores para o ar condicionado e rádio com uma tela mais próxima do motorista. A troca do rádio é importante, pois deixa espaço para adotar a central multimídia Sync 2.

O volante multifuncional será o mesmo do  Focus  e o cluster perderá os contornos pintados de cinza em volta dos contadores dos instrumentos, separados pela tela do computador de bordo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.