Mudança será feita durante a renovação ou expedição da segunda via, sem custos adicionais

O novo layout da Carteira Nacional de Habilitação. A troca será gradual e sem custos adicionais ao condutor.
Agência Brasil/José Cruz
O novo layout da Carteira Nacional de Habilitação. A troca será gradual e sem custos adicionais ao condutor.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) bateu o martelo e publicou no Diário Oficial da União as Resoluções nº 598 e nº 599, que regulamentam a produção e expedição do novo design da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro de Veículo (CRV) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). A partir do dia 1º de janeiro de 2017, todas as unidades do Detran deverão expedir esses documentos com o novo desenho, substituindo o anterior sem custo adicional.

Entre as novidades está a inclusão de um código QR para leitura.
Agência Brasil/José Cruz
Entre as novidades está a inclusão de um código QR para leitura.

O documento passa a contar com um novo desenho e dispositivos de segurança, para evitar falsificações. Entre os itens de controle está um código de barras personalizado, mais elementos em relevo e em microimpressão, como o guilhoche (aquela tarja no topo do documento).  Com o código de barra, o Contran acredita os agentes de trânsito poderão consultar o documento de forma mais rápida, utilizando um aplicativo no celular.

Dois novos números serão inclusos na CNH: o Registro Nacional e Número do Espelho da CNH (número de identificação nacional) e o número do formulário RENACH (de identificação estadual). A CNH terá o mapa do estado no topo do documento.

A documentação do veículo recebe um código de barras convencional na parte inferior.
Divulgação/Denatran
A documentação do veículo recebe um código de barras convencional na parte inferior.

Com a decisão do Contran, os departamentos de trânsito têm até o dia 31 de dezembro para se adaptar ao novo sistema.  E tem uma boa notícia: a mudança não irá alterar os preços. A substituição será feita aos poucos, quando os motoristas tiverem que renovar os documentos ou tirar a segunda via.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.