Sem airbags, o Kia tira zero na proteção para adultos e uma para crianças. O Peugeot fica com duas e três, respectivamente

Kia Picanto e Peugeot 208 são testados pelo Latin NCAP
Divulgação
Kia Picanto e Peugeot 208 são testados pelo Latin NCAP

O Latin NCAP, órgão responsável por avaliar os níveis de segurança dos carros vendidos na América Latina, divulga os resultados de dois novos testes de colisão. Um do Kia Picanto, sem airbags, porque é oferecido assim em alguns países da região latino-americana. E outro do Peugeot 208 fabricado no Brasil, com airbag duplo.

No caso do Picanto , o resultado foi de nenhuma estrela para proteção de adultos e uma para crianças. O diretor técnico do Global NCAP, Alejando Furas,  disse que já questionou a Kia por continuar vendendo alguns de seus modelos sem airbags em alguns mercados da América Latina enquanto que em outros mais desenvolvidos oferece um pacote de segurança mais completo. Entretanto, a estrutura do carro foi considerada estável.

Ainda nas observações do Latin NCAP sobre o Kia , destaca-se a falta de cintos de segurança de três pontos em todas as posições e as informações confusas no manual sobre a instalação das cadeirinhas infantis. Não houve testes de impacto laterais porque no frontal teve zero estrelas.  De qualquer forma, o carro vem com barras de proteção laterais e reforços estruturais.

E o 208 recebeu duas estrelas para adultos e três para criancas, resultado que Furas considerou como um nível de proteção baixo. Este modelo chegou a ser testado em 2014, mas com as novas exigências o carro acabou baixando sua pontuação, que era de quatro estrelas para adultos e três para crianças. Com a nova bateria de testes, mostrou pouca proteção para cabeca e peito de adultos. 

Sobre este resultado, a Presidente do Latin NCAP, Maria Fernanda Rodriguez, comentou que está preocupada com a estratégia da Peugeot de continuar a oferecer seus carros feitos no mercado latino-americano sem airbags laterais enquanto que na Europa este item é obrigatório desde 1995. No mercado europeu, o 208 é um carro bem conceituado, mas ela considera lamentável que os níveis de segurança que as fabricantes oferecem não sejam iguais no mundo todo, discurso que também foi compartilhado por Furas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.