Volkswagen culpa paralização dos cegonheiros e da produção, mas garante que retoma posição até o fim do mês

Fachada da fábrica da Hyundai, em Piracicaba (SP)
Reprodução
Fachada da fábrica da Hyundai, em Piracicaba (SP)

O sucesso da dupla HB20 e HB20S impulsionou a participação de mercado da Hyundai , que já havia superado a Ford , consolidando-se como a quarta marca mais vendida. Agora alcançam a terceira colocação, deixando a Volkswagen  para trás nas vendas da primeira quinzena de junho.

Segundo os dados de licenciamento da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), a Hyundai emplacou 7.178 unidades até o dia 13, o equivalente a 11,4% de participação no mercado brasileiro. A Volkswagen teve 6.593 unidades emplacadas, 10,5% do mercado. Ao mesmo tempo, o HB20 vem brigando para superar o Chevrolet Onix e tornar-se o carro mais vendido do país. Lideraram a primeira quinzena de março, abril e maio, apenas para ver a reação da General Motors recolocar o Onix no topo.

Em nota enviada à reportagem de iG Carros , a Volkswagen justifica a perda da posição, citando problemas externos: “Os constantes atrasos no fornecimento de peças por parte da Keiper e de outras empresas do braço brasileiro do Grupo Prevent, somados a paralisação dos cegonheiros, afetaram a produção e distribuição de veículos da Volkswagen do Brasil nos meses de maio e junho. Só no início desse mês, mais de 14 mil carros deixaram de ser encaminhados às concessionárias. Agora, com a retomada da produção e dos transportes, o ritmo das vendas deve ser normalizado nos próximos dias.”

Já havíamos relatado a situação ruim que a Fiat e a Volkswagen tiveram com o Grupo Prevent, paralisando todas as linhas de produção das fábricas que utilizavam os componentes fornecidos pela empresa. Embora tenham retomado produção após uma medida judicial, leva um tempo até que tudo esteja normalizado.

O reflexo é que o VW Gol, que era o terceiro carro mais vendido do Brasil, caiu para a sétima posição e soma 2.111 unidades no momento, menos da metade que o HB20 . A picape Saveiro também sofreu com o problema, caindo da segunda colocação para a quarta, com 1.044 unidades emplacadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.