Nas lojas no dia 5 de agosto, Nissan Kicks é aposta da marca no segmento dos utilitários e será produzido no Brasil em 2017

As primeiras 1.000 unidades do Nissan Kicks serão da série especial Rio 2016, vendida apenas por pré-venda via internet.
Divulgação/Nissan
As primeiras 1.000 unidades do Nissan Kicks serão da série especial Rio 2016, vendida apenas por pré-venda via internet.

A Nissan  anuncia que fará uma pré-venda especial do Kicks , seu novo utilitário esportivo compacto. Serão oferecidas as primeiras 1.000 unidades produzidas no México e que farão parte da edição especial Rio 2016 – o SUV é o carro-imagem das Olimpíadas. O pedido poderá ser feito online a partir de sexta-feira (17), com preço entre R$ 89.000 e R$ 93.500, com o pagamento de um sinal de R$ 5.000 para confirmar a reserva.

Ao acessar o site especial , o interessado poderá escolher entre as três cores disponíveis da edição Kicks Rio 2016 (branco com teto laranja, totalmente branco ou totalmente cinza). Há um acrescimo de R$ 2.500 pelo teto na cor Sunset Orange. Depois disso, o cliente receberá o contato de uma concessionária a sua escolha, onde deverá ir para finalizar o processo e fazer o pagamento. Só receberão o carro a partir do dia 5 de agosto, data do lançamento do carro no país.

Todo o primeiro lote virá do México , que ficou encarregado de produzir o SUV enquanto a Nissan termina a preparação do complexo em Resende (RJ) para a fabricação do utilitário, prevista para 2017. Assim como o March Rio 2016 , a versão limitada do Kicks ganha detalhes exclusivos na cor laranja e uma marcação na grade dianteira com a numeração de cada unidade.

Apresentado pela primeira vez em maio, a versão de produção do Nissan Kicks conta com um design bem arrojado, embora não tão agressivo quanto o protótipo. Contará com o motor 1.6 de 114 cv, combinado à transmissão automática CVT. Já foi testado pelo Inmetro, marcando 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada, com etanol, e 11,4 km/l na cidade e 13,7 km/l na estrada, com gasolina.

A versão apresentada em maio vinha com partida por botão, quadro de instrumentos com painel digital, controle de estabilidade e ar-condicionado digital, além da central multimídia Multi-App. Na ocasião, falavam sobre um preço de R$ 65 mil para a versão de entrada, chegando a R$ 89.990 cobrados pela versão SL da pré-venda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.