Saiba os melhores cuidados com os pneus para aumentar sua vida útil e evitar acidentes

Tomar os cuidados adequados com os pneus ajudam a manter sua vida útil, economizar combustível e aumentam a segurança.
Divulgação
Tomar os cuidados adequados com os pneus ajudam a manter sua vida útil, economizar combustível e aumentam a segurança.

Muitos não prestam os devidos cuidados com os pneus de seus carros. É um dos itens mais importantes, já que fazem o contato entre todo o veículo com o solo e, se estiverem em condições ruins, podem levar a perda de controle e acidentes - principalmente nessa época de frio . Não é nada difícil de ser feito e não precisa de muito conhecimento, apenas de um pouco de atenção. Confira como pode usar melhor os pneus e a conservá-los:

Sempre cheios

Um dos cuidados com os pneus mais esquecidos é mantê-los na calibragem correta. Verifique a pressão semanalmente e calibre de acordo com o valor indicado no manual.
Divulgação
Um dos cuidados com os pneus mais esquecidos é mantê-los na calibragem correta. Verifique a pressão semanalmente e calibre de acordo com o valor indicado no manual.

Nunca deixe os pneus esvaziarem abaixo do limite de segurança. O ideal é checar a pressão semanalmente , calibrando de acordo com o nível determinado no manual do proprietário. De preferência, faça isso pouco depois de ligar o carro, enquanto os pneus estão freios. A alta temperatura faz com que a pressão interna aumente, enganando na hora de conferir a calibragem. Se não puder evitar, coloque 4 psi a mais do que o recomendado.Além disso, andar com os pneus cheios também ajuda a economizar combustível

Não fique careca

Cuidado com a faixa que indica o limite de desgaste do pneu. Se estiver no mesmo nível que a banda, significa que está careca e é hora de trocar.
Divulgação
Cuidado com a faixa que indica o limite de desgaste do pneu. Se estiver no mesmo nível que a banda, significa que está careca e é hora de trocar.

Há um limite do quanto o pneu pode se desgastar antes que comece a perder sua eficácia. Todo pneu possui um indicador, que aparece no início dos sulcos dos pneus. Se estiver abaixo de 1,6 milímetro de profundidade, momento em que o indicador fica no mesmo nível que a banda , é hora de trocar o pneu.

Tem outro bom motivo para não deixar cair nesse nível: rodar com pneus desgastados é infração grave, rendendo 5 pontos na CNH e multa de R$ 127,69, com o risco do agente reter o veículo se estiver rodando em condições perigosas, como com a pista molhada.

Faça o rodízio do pneu

Trocar os pneus traseiros pelos dianteiros e vice-versa é um cuidado que pode aumentar a vida útil.
Divulgação
Trocar os pneus traseiros pelos dianteiros e vice-versa é um cuidado que pode aumentar a vida útil.

Alguns acham que é mito, mas é recomendado que faça o rodízio dos pneus a cada 5 mil km – ou seja, os pneus dianteiros vão para a traseira e vice-versa . É uma medida que ajuda a equalizar o desgaste, já que os pneus são gastos de forma diferente, dependendo da tração do veículo.

Troque e alinhe

Alinhar os pneus é de extrema importância para cuidar bem deles. Garante que respondam de forma adequada ao volante, evitando desgaste e reduzindo o consumo.
Divulgação
Alinhar os pneus é de extrema importância para cuidar bem deles. Garante que respondam de forma adequada ao volante, evitando desgaste e reduzindo o consumo.

Quando for a hora de trocar os pneus, use todos da mesma marca em um único eixo , pois cada marca tem um tipo diferente de construção, o que pode levar a uma eficiência diferente. Se houver algum dano no pneu, como cortes, avarias ou bolhas, troque imediatamente. Não misture pneus novos com os velhos. Se for comprar só um par, coloque-os primeiro na parte de trás , pois é mais fácil controlar o uso dos pneus dianteiros e compensar uma possível perda de aderência.

Assim que fizer a troca, faça também o alinhamento dos pneus . Isso garante que eles vão responder de acordo com o volante, evitando que o carro desvie para um lado enquanto o volante está reto. Isso ajuda a deixar o desgaste mais regular e, de quebra, reduz o consumo de combustível.

Escolhendo o pneu certo

As letrinhas no pneu não estão lá à toa. Cada uma indica uma especificação, como tamanho, perfil, largura e quanto pesa aguenta.
Divulgação
As letrinhas no pneu não estão lá à toa. Cada uma indica uma especificação, como tamanho, perfil, largura e quanto pesa aguenta.

Uma olhada na lateral dos pneus mostra que há vários números e letras. Essas inscrições explicam a especificação do modelo, assim como sua origem, índice de carga, medida, velocidade e muito mais. Quando for comprar um pneu novo, siga a especificação dita no manual. O pneu do Chevrolet  Onix , por exemplo, é 185/70 R14 88H.

185 => Largura do pneu em milímetros
70 => Série do pneu, também chamada de perfil. É a relação entre a altura e a largura da seção do pneu em milímetros
R => Indica o tipo de construção. R é para radial, D é para diagonal e B para diagonal-cintada.
14 => É o diâmetro do aro em polegadas
88 => Esse número é o índice de carga, ou seja, o quanto o pneu consegue suportar de carga
H => A letra indica a velocidade máxima que o pneu suporte em km/h. Começa no M (130 km/h) e vai até Z (+ 240 km/h).

Não esqueça do estepe

Quando for calibrar os pneus, não esqueça de verificar a pressão e aproveitar para calibrar também o estepe.
Divulgação
Quando for calibrar os pneus, não esqueça de verificar a pressão e aproveitar para calibrar também o estepe.

Está dirigindo na estrada e o pneu furou. Nada demais, é só trocar. Quando vai pegar o estepe, descobre que ele está praticamente vazio. Isso é mais comum do que imagina. Lembre-se de periodicamente conferir a pressão do estepe para evitar surpresas, seguindo a calibragem correta indicada no manual. Também verifique se a chave de roda e triângulo estão no porta-malas .

Dirija com cuidado

Um buraco pode ser muito perigoso para o seu pneu, com o risco de causar cortes ou bolhas. Evite-os o máximo que puder.
Divulgação
Um buraco pode ser muito perigoso para o seu pneu, com o risco de causar cortes ou bolhas. Evite-os o máximo que puder.

Alguns hábitos ruins podem fazer com que o pneu dure menos. Fazer o pneu cantar é uma péssim ideia , significa que o pneu está sofrendo atrito excessivo direto com o chão. A marca de borracha que fica no chão depois de uma arrancada é uma pequena parte do seu pneu que você deixou para trás. Isso vale também para as cantadas de pneu em curvas de alta velocidade.

Evite passar por buracos . Dependendo do tamanho, profundidade e forma do buraco, ele pode cortar o pneu ou causar uma bolha, prejudicando a bolha de rodagem. Se dirigir por um lugar muito acidentado, como estradas de terra ou aquela rua mais esburacada que a Lua, verifique os pneus para garantir que não há avarias e faça uma nova calibragem .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.