LaFerrari Spider será lançada oficialmente em outubro. E terá produção limitada para clientes especiais e colecionadores

Nova Ferrari conversível vem com 963 cv ao todo, somando a potência do V12 com a do motor elétrico
Divulgação
Nova Ferrari conversível vem com 963 cv ao todo, somando a potência do V12 com a do motor elétrico

As primeiras imagens oficiais da nova Ferrari conversível são antecipadas antes do lançamento do novo superesportivo durante o Salão de Paris, em outubro. Por enquanto, a marca italiana diz apenas que a LaFerrari Spider faz parte de uma série limitada feita para clientes e colecionadores que apreciam dirigir sem capota.

 Ainda não divulgaram quantas unidades da novidade serão fabricadas, nem o preço da raridade. Sabe-se apenas que a capota removível é feita de fibra de carbono e que o desempenho será o mesmo da versão convencional, assim como o conjunto mecânico que inclui motor V12 de 800 cv que funciona com outro elétrico, de 163 cv, somando 963 cv.

LEIA MAIS:  Ferrari 458 MM Speciale foi criada especialmente para um único cliente

Ferrari garante que desempenho da versão conversível não deve mudar em relação à versão cupê
Divulgação
Ferrari garante que desempenho da versão conversível não deve mudar em relação à versão cupê


Apesar dos números de desempenho ainda não terem sido divulgados é bem provável que a LaFerrari Spider se torne um dos conversíveis produzidos em série mais velozes do mundo. A versão cupê é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos e de atingir 350 km/h. Quer mais? Ok, para sair de imobilidade até atingir 200 km/h é preciso apenas 7 segundos. Nada mau, não?

LEIA MAIS: Ferrari 225E renasce das cinzas após ter sido destruído em incêndio

Uma série de mudanças foram feitas na estrutura do conversível para que a rigidez torcional se mantivesse igual à da LaFerrari cupê. Também trabalharam a parte aerodinâmica para garantir que o coeficiente de arrasto não mude com capota aberta.

Ferrari trabalhou na rigidez da estrutura e na parte aerodinâmica do conversível
Divulgação
Ferrari trabalhou na rigidez da estrutura e na parte aerodinâmica do conversível



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.