Motorista de Tesla Model X usava sistema autônomo quando bateu na grade de proteção da estrada. Ninguém ficou ferido

Tesla Model X
Divulgação/Tesla
Tesla Model X

Apenas um dia depois do primeiro acidente fatal envolvendo um carro autônomo , aconteceu outro incidente, em que um Tesla Model X bateu contra um muro de proteção e capotou enquanto usava o sistema autônomo. Desta vez, ninguém se feriu, ao contrário do acidente anterior com o Tesla Model S , no qual o motorista faleceu pouco depois da colisão.

Albert Scaglione dirigia por uma estrada na Pennsylvania (EUA) quando ativou a função Autopilot. De acordo com a polícia estadual, o Model X bateu na grade de proteção do lado direito da estrada, atravessando a pista e batendo contra o muro de concreto. Com a colisão, o carro capotou e parou no meio da estrada. Os pedaços do Model X atingiram outro carro que vinha na direção contrária.

A polícia local revelou ao jornal Detroit Free Press  que irá citar Scaglione pelo acidente, embora não tenha dito qual será a acusação. A publicação diz que a estrada onde o acidente aconteceu é bem estreita e deixa pouca margem para erros. Embora o motorista tenha confirmado que o Autopilot estava ligado, ainda não há evidências que a colisão tenha sido causada por um erro do sistema autônomo.

O Autopilot da Tesla utiliza uma câmera frontal, um radar e doze sensores ultrasônicos para detectar os movimentos ao seu redor. Quando ativado, o sistema é capaz de perceber as faixas na pista e a posição dos outros veículos, mantendo o carro na via e controlando a velocidade de acordo com o tráfego. No entanto, antes de ser ativado, o Autopilot sempre avisa que é apenas um assistente e que o motorista sempre deve manter as mãos no volante.

Não há informações sobre o que Scaglione fazia no momento da colisão. Dias depois do acidente fatal com o Model S , o motorista do caminhão envolvido na batida revelou que, quando foi prestar socorro ao condutor, viu que a tela do sistema multimídia passava um filme da franquia Harry Potter. Joshua Brown, dono do Model S e que faleceu pouco depois, havia divulgado um vídeo um mês antes em que dizia que o sistema autônomo o salvou de uma colisão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.