Empresa chinesa promete levar às ruas carros solares com autonomia de 80 km e que podem ser recarregados ao ficarem 5 horas no sol

Os carros movidos a energia solar existem há um tempo, embora apenas como protótipos feitos por faculdades e empresas ao redor do mundo – existe até uma corrida deles, atravessando 3 mil km na Austrália. No entanto, ainda são considerados inviáveis para as ruas, por seu longo tempo de recarga e baixa autonomia. Não é o que a empresa chinesa Hanergy acredita, apresentando quatro protótipos, que devem ser produzidos em três anos. O mais perto que temos disso é a megafábrica da Tesla, movida à energia solar .

Todos utilizam o mesmo sistema. O teto e capô são cobertos com células solares, transmitindo 31,6% da energia solar direto para as baterias . Parece pouco, mas a quantidade é um recorde. A maior barreira de um carro solar é justamente a dificuldade para absorver essa energia. Com isso, o Hanergy Solar consegue rodar por cerca de 80 km apenas com a força fornecida pelo sol. Para viagens mais longas ou dias nublados, o veículo usa uma bateria elétrica com 350 km de autonomia.

Quatro carros para todos os gostos

Os quatro protótipos utilizam formatos diferentes de carroceria. O Hanergy Solar L é uma minivan com portas asa-de-gaivota e com um teto bem mais longo, com seis metros de comprimento, completamente coberta com células solares. Pesa apenas 700 quilos e o painel é uma enorme tela digital.

Para quem não precisa de tanto espaço, há duas opções. O Hanergy Solar O é um hatchback mais normal (que até lembra o BMW i3 ) e que tem duas motos elétricas guardadas no porta-malas. O outro é o Hanergy Solar A , um hatch misturado com minivan, pelo comprimento e espaço interno. Um dos destaques deste conceito é que os painéis solares podem ser estendidos quando o carro está parado.

O último modelo também é o mais bonito. O Hanergy Solar R é um cupê esportivo, com quatro portas, sendo que as traseiras são suicidas (abrem para o lado contrário). Conta com dois motores elétricos, cada um abastecido por um conjunto de células solares. Os painéis do capô movimentam o motor no eixo dianteiro, enquanto os do teto fornecem energia para o motor do eixo traseiro.

A Hanergy acredita que os carros solares ganharão força com o passar dos anos, conforme a tecnologia for melhorando. Sua estimativa é que, em 2020, a taxa de conversão da energia solar suba de 31,6% para 38%. Em 2025, deve chegar a 42%, momento em que os carros solares irão tornar-se viáveis.  Enquanto isso, irão testar a tecnologia com seus protótipos e fornecer painéis solares para uma frota de ônibus da Foton na China. Por aqui, poderemos conhecer um pouco dos veículos "verdes" no Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, em setembro .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.