Conceito será apresentado no Salão da Indonésia, em agosto, para concorrer com Honda BR-V e companhia

Com apresentação marcada para o Salão da Indonésia, o novo conceito da Mitsubishi adianta um carro de sete lugares.
Divulgação/Mitsubishi
Com apresentação marcada para o Salão da Indonésia, o novo conceito da Mitsubishi adianta um carro de sete lugares.

Enquanto a Nissan tenta recuperar as finanças da Mitsubishi após comprar a marca, a Mit vai trabalhando como pode em novos modelos. Um deles será um crossover de sete lugares, que será apresentado em agosto durante o Salão da Indonésia, em Jacarta, como concorrente do Honda BR-V. No momento, a empresa não diz se esse novo modelo será global ou restrito ao mercado asiático.

Embora tenha mostrado apenas uma imagem do futuro crossover, é fácil perceber que o design é o mesmo de um outro conceito, o eX, revelado no Salão de Tóquio do ano passado. Parece mais uma versão esticada do protótipo anterior, para ter espaço o suficiente para a terceira fileira de bancos, O lado bom da repetição é que indica que a Mitsubishi vai mesmo seguir com esse design e que o SUV deve ser feito.

O novo conceito parece uma versão esticada do protótipo eX do Salão de Tóquio de 2015. Todos os elementos de design são iguais.
Divulgação/Mitsubishi
O novo conceito parece uma versão esticada do protótipo eX do Salão de Tóquio de 2015. Todos os elementos de design são iguais.

Assim como o eX , o novo conceito tem faróis bem finos de LED, que formam duas linhas atravessando a grade frontal. A parte de baixo dos faróis é uma peça cromada que faz o contorno da grade até chegar nos faróis auxiliares, também de LED e bem maiores. Ao invés de retrovisores com espelhos, o conceito usa pequenas peças com câmeras, transmitindo a imagem para a cabine.

Se for o mesmo carro que o eX , deve ser apresentado com uma motorização elétrica, com autonomia estimada de 400 km, alcançada com o uso de uma bateria de alto rendimento e materiais leves em sua construção. O conjunto trabalha com dois motores elétricos, cada um movendo as rodas de um eixo, formando a tração integral, combinado com o conhecido sistema S-AWC utilizado em todos os carros da Mitsubishi com tração nas quatro rodas.

Outra atração do conceito anterior que deve aparecer novamente no novo protótipo é a tecnologia autônoma. Com o uso de câmeras, o carro percebe situações perigosas e age de acordo, freiando o veículo ou corrigindo sua direção. Também é capaz de perceber alguma peça com defeito e avisar o proprietário que precisa fazer reparos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.