Avanços tecnológicos, questões ambientais, carros autônomos, entre outros fatores, vão ditar as regras no futuro

Pneus do futuro deverão ser finos e altos para atender aos carros elétricos
Divulgação
Pneus do futuro deverão ser finos e altos para atender aos carros elétricos

A vida no século XXI sofre mudanças rápidas e constantes. No mundo automotivo, não apenas as fabricantes, mas também os sistemistas precisam sempre se atualizar para seguir as novas tendências que vão estar na ordem do dia. Um deles é a fabricante de pneus Bridgestone, cujo vice-presidente de Desenvolvimento de Produtos, Steve Charles, enumera alguns exemplos do que pode-se esperar dos pneus num futuro próximo.

LEIA MAIS:  Aprenda quais são os principais cuidados com os pneus do seu carro

1 – Uso de novos materiais e reforços para reduzir a massa do pneu , o que vai contribuir com o consumo de combustível e com a redução das emissões de gases nocivos ao meio ambiente.

2 – Os pneus do tipo "run flat", que podem rodar por cerca de 80 quiômetros, a 80 km/h, mesmo depois de furados, tendem a ficar cada vez mais comuns e acessíveis. Devem equipar os carros autônomos no futuro.

3 - Os pneus terão que atender aos padrões cada vez mais altos de economia de combustível aos quais as fabricantes de veículos deverão impor aos seus fornecedores no futuro.

4-   Com ajuda dos novos recursos tecnológicos, será possível reduzir o tempo de lançamento de novos modelos de pneus no mercado.

LEIA MAIS: Pneu do tipo "run flat" ou convencional? Entenda as diferenças

5 – A questão da menor resistência ao rolamento como fator para ajudar na redução de consumo será levado cada vez mais a sério pelas fabricantes de pneus .

6 – Será aplicada com mais frequência a tecnologia de incluir sensores nos pneus . Assim, será comum monitorar a pressão e o nível de desgaste por meio de aplicativos para celulares.

7 – Os novos materiais também que serão adotados nos pneus também deverão facilitar a reciclagem dos pneus e contribir com o meio ambiente

8 – Pneus mais finos e altos ficarão mais comuns para poder atender às necessidades dos veículos elétricos. Um bom exemplo deste tipo de pneu é o usado no BMW i3 .

9 – Também haverá maior uso da modelagem para a previsão do desempenho e do design dos pneus, aumentando a velocidade e dimunuindo os custos de desenvolvimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.