Nota do Fiat Palio caiu quatro estrelas para apenas uma. Confira o vídeo do crash-test feito pelo Latin NCAP

Os critérios mais rígidos do Latin NCAP reduziram a nota do Fiat Palio de quatro estrelas para apenas uma estrela na proteção para adultos.
Divulgação/Latin NCAP
Os critérios mais rígidos do Latin NCAP reduziram a nota do Fiat Palio de quatro estrelas para apenas uma estrela na proteção para adultos.

Agora que o Latin NCAP endureceu seus testes de colisão, começaram a testar novamente alguns veículos que antes tiveram um bom resultado. O primeiro foi o Fiat Palio (ainda vendido como Novo Palio, para se diferenciar do Palio Fire), que não foi nada bem: tinha obtido quatro estrelas, agora recebeu apenas uma de cinco na proteção para adultos. Manteve a nota de três estrelas na proteção infantil.

LEIA MAIS: Os 10 carros mais seguros do Brasil

Segundo a avaliação da entidade, o Fiat Palio apresenta boa proteção para o cabeça e o pescoço dos ocupantes da frente, mas foi considerada fraca para o peito do motorista. As pernas de ambos os ocupantes teve avaliação marginal. A carroceria se manteve estável com o impacto, sem invadir demais a cabine de modo que fosse ferir os ocupantes. Elogiaram o fato dos cintos de segurança possuírem pretensores e aviso sonoro para o motorista.

O que baixou mesmo a nota do Fiat Palio foi o resultado do teste lateral. O torso teve uma proteção fraca enquanto a região do peito foi classificada como pobre, o que explica o resultado de apenas uma estrela. O Latin NCAP criticou a ausência de airbags laterais no Novo Palio, item que será de série no Renault Kwid, mas elogiou que o carro já vem com algum reforço nas portas e painéis – sem eles, o resultado teria sido bem pior. Sem alcançar a nota mínima, decidiram não fazer o teste de colisão lateral contra poste.

LEIA MAIS: Kia Picanto e Peugeot 208 vão mal em testes de colisão do Latin NCAP

Essa foi a terceira vez que o Latin NCAP testa o Fiat Palio. A primeira vez, em 2014, obteve três estrelas na proteção para adultos e duas para crianças. Passou de novo pela avaliação da entidade em 2015, quando teve reforço estrutural e recebeu o aviso de cinto de segurança, elevando a nota para quatro e três estrelas, respectivamente. A versão sem airbag, teste em 2014, zerou o teste para proteção adulta.

Como funciona

O novo protocolo de testes do Latin NCAP, válido desde 1º de janeiro, passa a exigir crash-test lateral em todos os veículos, antes feito apenas com alguns carros. Para obter uma nota de quatro ou cinco estrelas, o automóvel deve ter uma boa média nos testes de colisão frontal, lateral, lateral contra poste e ser aprovado na avaliação do sistema de controle de estabilidade. Se zerar no impacto frontal ou lateral, é automaticamente eliminado com zero estrelas.

O teste de colisão frontal é feito a 64 km/h, colidindo 40% da frente do veículo do lado do motorista contra uma barreira deformável. A colisão lateral é feita a 50 km/h. Já o lateral contra poste arremessa o veículo contra uma coluna de 25,4 cm, a 29 km/h. Os resultados são medidos pelos sensores instalados dentro dos bonecos e por uma avaliação do quanto a estrutura do veículo deformou com o impacto.

Com o novo resultado, o Fiat Palio entra para a lista dos 10 carros menos seguros  à venda no Brasil. Os critérios mais rígidos adotados pelo Latin NCAP irão afetar todo o ranking atual, caso decidam testar novamente todos os veículos. Alguns veículos de quatro ou cinco estrelas devem cair para três, pela ausência de controle de estabilidade, como Volkswagen Up! e Toyota Corolla – embora este último deva ganhar o item em breve.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.