Linha 2017 do sedã deixa de ser oferecida com o 2.0 flex. Agora o 1.6 THP flex também pode vir com câmbio manual de seis marchas

Citroën C4 Lounge
Divulgação
Citroën C4 Lounge

A principal mudança da linha 2017 do Citroën C4 Lounge é a saída do motor 2.0 flex na versão mais em conta Origine , que agora recebe o 1.6 THP Flex, de 166 cv, com gasolina e que chega nos 173 cv quando existe apenas etanol no tanque. Pela primeira vez no Brasil, esse motor passa a ser oferecido com câmbio manual de seis marchas e tração dianteira. Com essa configuração, a versão básica do sedã tem preço sugerido de R$ 70 mil, valor que sobe para R$ 77.590 com caixa automática.

Vale lembrar que já nessa versão de entrada Origine , o Citroën C4 Lounge vem com controle eletrônico de estabilidade, rodas de alumínio com aro de 16 polegadas, além de controlador de velocidade de cruzeiro ("piloto automático"). Sem o 2.0 flex disponível, a versão intermediária Tendance também é encontrada somente com o 1.6 THP Flex, a partir de R$ 81.590, preço que dá direito a itens como a nova central multimídia com tela sensível ao toque e que espelha o celular. E também às rodas de aro 17 e ao ar-condicionado digital, com regulagem independente para motorista e passageiro.

LEIA MAIS: Citroën C4 Cactus chega ao Brasil no fim de 2017

Como opcional, o C4 Lounge Tendance pode ter câmera de ré e GPS (pacote que sai por R$ 1.500) e ainda bancos revestidos de couro (R$ 3.500). No caso da versão topo de linha Exclusive, o sedã tem preço sugerido de R$ 91.590, mas conta com todos os opcionais do Tendance e mais teto solar elétrico, partida por botão no painel e airbags laterais e de cortina. Paga-se à parte apenas pelos faróis com lâmpadas de xenônio, oferecidos por R$ 2.700.

LEIA MAIS: Citroën Aircross Feel: evolução da espécie

Esquenta a briga entre os sedãs médios

Citroën C4 Lounge
Divulgação
Citroën C4 Lounge

Não é para menos que o C4 Lounge passa a ter apenas motor 1.6 THP Flex e uma lista de itens de série caprichada. A concorrência no terreno de sedãs médios está cada vez mais acirrada. No próximo dia 25 chega a nova geração do Honda Civic às lojas, completamente renovada e com uma pegada mais esportiva, não apenas pelo desenho arrojado, que lembra o de um notchback, mas também pelo conjunto moderno.

Antes do Civic , a GM lançou o Cruze 1.4 Turbo Flex , com nível de sofisticação bem maior que o da geração anterior e a Nissan renovou o Sentra , que passou a ter uma dose extra de equipamentos e um visual mais atual, seguindo o estilo dos lançamentos mais recentes da marca japonesa. Faltou apenas a Toyota apresentar as novidades que o Corolla vai receber para defender a liderança nas vendas do segmento, o que acontecerá no Salão do Automóvel, entre 10 e 20 de novembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.