Evento será no reformado Centro de Exposicão Imigrantes, em novembro. Já estão confirmadas 30 marcas

No Salão do Automóvel, sempre existem aqueles carros que atraem uma multidão de gente
Divulgação
No Salão do Automóvel, sempre existem aqueles carros que atraem uma multidão de gente

A próxima edição do Salão do Automóvel, em São Paulo, entre os dias 10 e 20 de novembro, ficará marcado na história. Não apenas por quebrar uma sequência de 46 anos no Pavilhão de Exposições do Anhembi, mas também pelos vários lançamentos que vão estar distribuídas no recém-reformado Centro de Exposição Imigrantes.

Pelo o que se sabe até agora, na lista de novidades que vão chamar atenção do público estarão superesportivos como o renovado Nissan  GT-R (que será vendido no Brasil em apenas uma loja, em São Paulo) e o Ford GT (mostrado apenas como chamariz, sem chances de ser lançado aqui). Também brilharão sob a luz dos holofotes novos SUVS compactos, como o Toyota CH-R e o Hyundai ix25.

LEIA MAIS: Fomos até o novo local do Salão do Autómóvel. Veja detalhes

1 – Nissan GT-R

Nissan GT-R, a História
Divulgação
Nissan GT-R, a História


O cupê superesportivo vai ser vendido no Brasil no último quadrimestre do ano, sob encomenda, por um preço que ainda não foi divulgado oficialmente. O que se sabe é que não ficará por menos de R$ 700 mil. Valor que fica no mesmo patamar de Mercedes-Benz AMG GT, Jaguar F-Type R e companhia

Entre outras mudanças, o GT-R 2017 recebeu interior renovado com volante parecido com o do SUV Kicks e ainda mais fôlego no motior V6 biturbo, de 570 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em insanos 2,6 segundos e atingir 313 km/h, de acordo com a fabricante.

LEIA MAIS: Salão do Automóvel 2016: começa a venda de ingressos

2- Toyota CH-R

Toyota C-HR
Divulgação/Toyota
Toyota C-HR

Será uma das principais atrações no estande da Toyota. Feito sobre a nova plataforma global da marca, a TNGA, o SUV tem boas chances de ser fabricado no Brasil para rivalizar com Honda HR-VJeep Renegade , Ford EcoSport e companhia. Tem estilo arrojado, que combina as linhas de um cupê com as de um utilitário esportivo.

Poderá ser encontrado em versão híbrida, equipada com motor 1.8, de 122 cv que funciona em conjunto com outro elétrico, assim como o Prius . Mas, se for mesmo vendido no Brasil, deverá ter um 2.0 aspirado, com câmbio automático do tipo CVT. 

3 – Chevrolet Cruze Hatch

Chevrolet Cruze hatch
Divulgação
Chevrolet Cruze hatch

A nova geração do hatch médio vai começar a ser vendida no Brasil apenas no início do ano que vem. Assim como o sedã, será importado da Argentina. E na comparacão com o o modelo atual tem linhas mais arrojadas e com maior apelo esportivo. Será um forte rival de Volkswagen Golf, Ford Focus , Hyundai i30 , entre outros.

 Terá o mesmo motor 1.4 turbo do sedã, que rende 153 cv com apenas etanol no tanque, acoplado ao câmbio automático de seis marchas. Mas contará com ajuste voltado para uma pegada um pouco mais esportiva, o que também será aplicado na calibração da suspensão.

4 - Porsche Panamera

Porsche Panamera 2017
Divulgação
Porsche Panamera 2017

A nova geração do grande esportivo passa a ser fabricada sobre a nova plataforma MSB e com mais dispostos motores V6 e V8, entre os quais do 4.0 turbo. Além disso, passa a ter menor peso, o que ajuda não apenas no desempenho, mas também no consumo de combustível.

 No interior, o ambiente ficou mais tecnológico com o novo sistema multimídia e com o quadro de instrumentos digital, que pode ser configurado de acordo com o gosto do freguês. Bom também é que há menos botões, o que contribui com a ergonomia.

5 - Hyundai ix25

Hyundai ix25, conhecido como Creta em alguns mercados
Divulgação
Hyundai ix25, conhecido como Creta em alguns mercados


 Demorou, mas dessa vez o SVU do HB20 vai aparecer no Brasil. Será uma das grandes vedetes do Salão do Automóvel, embora já tenha sido mostrado em diversas outras exposições no mundo, inclusive com outro nome, Creta . Será mais um forte concorrete de Nissan Kicks , Honda HR-V , Renault Captur , entre outros.

Terá o mesmo motor 1.6 flex, de 128 cv, do HB20 . E também será fabricado em Piracicaba (SP). No sistema de transmissão, não haverá grandes surpresas. A principal opção será o câmbio automático de seis marchas, que funciona com tração dianteira.

6 – Dodge Challenger SRT

Dodge Challenger SRT 392
Divulgação
Dodge Challenger SRT 392

Yes, a Dodge não vai perder a oportunidade de mostrar um dos seus carros mais icônicos, o cupê Challenger, no Salão do Automóvel. Mas não na versão topo de linha Hellcat . Vai optar pela SRT 392, que vem com um V8 de 6.4 litros de cilindrada, de 485 cavalos de potência.

 Entretanto, a cara de mau é a quase a mesma da Hellcat e inclui uma larga abertura de ar no capô, com ressalto que não fica devendo para os áureos tempos dos muscle cars dos anos 70.

7 - Jaguar F-Pace

Jaguar F-Pace
Divulgação/Jaguar Land Rover
Jaguar F-Pace

 O primeiro utilitário esportivo da marca inglesa também estará entre as principais novidades do salão.  Será exposto em três versões:  Prestige , R-Sport e S . A mais sofisticada vem com kit aerodinâmico esportivo, suspensão que se ajusta de acordo com a forma que está sendo conduzido e sistema de som de alta-fidelidade, de 825 W.

Além das três versões, também haverá a limitada First Edition , com apenas 19 unidades, todas pintadas na cor exclusiva Caesim Blue, bancos esportivos em couro Windsor, luz ambiente configurável, soleiras iluminadas e alguns detalhes exclusivos de acabamento.

8 – Ford GT

Ford GT
Divulgação
Ford GT

 O superesportivo servirá de vitrine para os motores EcoBoost da Ford , sem a minima chance de ser vendido por aqui. Assim como o primeir  Ford GT , este novo modelo também busca inspiração na lenda do automobilismo da década de 1960, o  GT40 . Além dos avanços aerodinâmicos, o novo  GT  também faz uso extensivo de materiais leves e avançados em sua construção, como alumínio e fibra de carbono.

 Já o motor escolhido é a versão mais potente já construída da linha EcoBoost, que combina turbo com injeção direta. São mais de 600 cv extraídos de um motor 3.5 V6. De acordo com a  Ford , o motor já foi testado em competições nos Estados Unidos e venceu três corridas na categoria IMSA

9 -  Volkswagen Tiguan

Volkswagen Tiguan
Divulgação
Volkswagen Tiguan

 A nova geração do SUV passa a ser fabricada sobre a plataforma MQB, a mesma do Golf. Será vendido no Brasil como importado do México. Será mais competitivo e moderno. Vai contar com motor 1.4 turbo e câmbio automático DSG, de dupla embreagem, o mesmo conjunto do  Audi Q3 nacional.

Entre outras novidades, o desenho segue o padrão adotado no Golf, com vincos pronunciados nas laterais, na altura das maçanetas das portas e que inclui faróis e lanternas com LEDs no lugar das lâmpadas convencionais. O interior também tem o mesmo estilo do hatch médio, com destaque para as centrais multimídia de última geração

10 – Renault Captur

Renault Kaptur
Divulgação
Renault Kaptur

 A Renault vai embarcar na onda favorável aos SUVS e mostrar a versão nacional do Captur   (com a inicial K, na Rússia), feita sobre a mesma base do Duster  O carro chega para brigar com mais força com os líderes do segmento, como Honda HR-V , Jeep Renegade e Ford EcoSport . Terá o mesmo porte do Duster , com 4,33 metros de comprimento por 1,81 metros de largura.

 No conjunto mecânico, o Captur nacional usará os mesmos motores 1.6 e 2.0 do Duster. Mas deverá contar com câmbio automático CVT entre as opções do sistema de transmissão para ficar de acordo com o apelo mais sofisticado do carro.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.