Lançamento do Lamborghini Urus fica para 2018. SUV deverá ser vendido a partir de US$ 200 mil nos Estados Unidos.

O Lamborghini Urus deve ser lançado com motor 5.2 V10 de 592 cv, o mesmo usado no Audi R8.
Divulgação/Lamborghini
O Lamborghini Urus deve ser lançado com motor 5.2 V10 de 592 cv, o mesmo usado no Audi R8.

Há tempos que a Lamborghini trabalha em um novo utilitário esportivo, o Urus . Mesmo que ainda não tenha começado a ser produzido, o SUV segue nos planos da marca, agora com previsão de chegar às lojas em 2018. A projeção é de que seja responsável por dobrar a produção da fabricante e, consequentemente,  também multiplicar por dois o volume de vendas no ano seguinte ao lançamento.

Stefano Domenicali, novo chefão da Lamborghini , revelou à agência de notícias Reuters que o Lamborghini Urus irá mudar profundamente a marca. Irão adotar uma estratégia voltada para a promoção do SUV, limitando a produção dos supercarros para 3.500 unidades, enquanto irão se esforçar ao máximo para vender 3.500 unidades do utilitário esportivo, alcançando as 7 mil unidades produzidas e vendidas anualmente. Para isso, falam sobre um preço inicial de US$ 200 mil (cerca de R$ 647 mil, em conversão direta).

LEIA MAIS: Táxi! Lamborghini Huracán consegue licença inédita no Reino Unido

Mesmo com tal aumento na produção, Domenicali quer manter o volume da Lamborghini bem limitado. O Lamborghini Urus será o veículo de maior quantidade, aproveitando o crescimento no segmento dos SUVs e investindo contra seus oponentes, como Maserati Levante. Atualmente o maior mercado da marca, os Estados Unidos devem representar a maior quantidade de encomendas do crossover.

Segunda tentativa

Faz sentido uma marca de supercarros fazer um SUV como o Lamborghini Urus? Faz, considerando a leva de utilitários mais fortes que tivemos nos últimos anos. O Porsche Cayenne, por exemplo, aumentou muito as vendas da fabricante. A Lamborghini quer replicar o sucesso, ganhando mais volume e alcançando uma nova leva de clientes, que querem um carro de bom desempenho sem as limitações de um esportivo.

Apelidado de Rambo-Lambo, o Lamborghini LM002 nasceu como um veículo militar para o exército dos EUA. Recusado, acabou virando utilitário para o Oriente Médio.
Divulgação/Lamborghini
Apelidado de Rambo-Lambo, o Lamborghini LM002 nasceu como um veículo militar para o exército dos EUA. Recusado, acabou virando utilitário para o Oriente Médio.

E o Lamborghini Urus tem a obrigação de dar certo, para apagar a imagem ruim causada pelo LM002 , seu primeiro utilitário de produção em massa. Apelidado como Rambo-Lambo, o SUV foi criado a partir do conceito Cheetah, construído para ser um veículo militar. Foi recusado e, anos depois, a marca usou o projeto para montar um veículo que tivesse apelo para os ricaços do Oriente Médio. Colocaram o motor V12 do Countach, alterado para gerar 375 cv.

LEIA MAIS: Lamborghini Miura SV: após 45 anos, este ícone foi 100% restaurado pela fábrica

Claro que o Lamborghini Urus não será como o Rambo-Lambo. Vai utilizar a mesma plataforma do Audi Q7 , Bentley Bentayga , Porsche Cayenne e Volkswagen Touareg , sendo equipado com o motor 5.2 V10 de 592 cv do Audi R8 . Domenicali promete que o SUV terá o DNA da marca, sendo bem esportivo e transmitindo muita emoção ao dirigir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.