Previsão é de vender cerca de 45 unidades por mês do modelo, cuja produção nos Estados Unidos está no limite da capacidade, diz a marca

A BMW convida a imprensa para anunciar o início da fabricação do X4 em Araquari (SC), utilitário esportivo com ares de cupê.  De acordo com o que explicou o presidente e CEO da BMW do Brasil, Helder Boavida, entre as principais razões que levaram à decisão de fabricar o carro no Brasil está o fato da fábrica em Spartanburg (EUA) operar no limite de capacidade. Portanto, ao montar o X4 aqui, a partir da próxima quarta-feira (31), a marca passa a ter como oferecer um volume maior do modelo no mercado brasileiro.

Com a maior procura por SUVs no mercado, ter maior oferta do BMW X4 é um fator importante, de acordo com a BMW, que comecará a oferecer a versão nacional do modelo a partir do final de setembro, quando está prevista a chegada das primeiras unidades às lojas. Ainda conforme a fabricante, com a produção do carro no Brasil, as vendas do X4 no País deverão aumentar um pouco por conta do maior volume disponível, indo das atuais 30 unidades por mês para cerca de 45 mensais. 

O BMW X4 será montado em Araquari (SC) com motor 2.0, movido a gasolina, de 245 cv, que equipa a versão xDrive28i XLine , cujo preço sugerido é de R$ 299.950, o mesmo valor do modelo importado.  Perguntado sobre a possibilidade de oferecer o X4 nacional por um valor um pouco baixo do importado, o CEO e presidente da BMW do Brasil explicou que a marca já trabalha com margens apertadas e que a fabricação do modelo no País implica em um esforço ainda maior do que trazê-lo importado. Por isso, decidiram por manter o mesmo preço.

BMW X4 é o sexto modelo da marca feito no Brasil

Presidente da BMW do Brasil, Helder Boavida, durante entrevista coletiva com a imprensa no escritório da marca, em São Paulo
Divulgação
Presidente da BMW do Brasil, Helder Boavida, durante entrevista coletiva com a imprensa no escritório da marca, em São Paulo

A decisão de fabricar o X4 no Brasil faz parte dos investimentos de 256 milhões de euros em Araquari (SC) entre 2013 e o fim de 2017, conforme já foi anunciado anteriormente. Hoje em dia a fabrica catarinense trabalha com apenas um turno, num rítmo de 16 mil unidades produzidas por ano, a metade do total. Além do X4, a fábrica monta outros cinco modelos: Série 1 , Série 3, X1 , X3 e Mini Countryman

Ainda conforme a fabricante, o X4 feito em Araquari (SC) vai manter o mesmo índice de nacionalização dos outros modelos. Entre os componentes vindos de fornecedores brasileiros estão bancos, chicote elétrico, os pneus run flat da Pirelli e alguns itens do motor. Além da versão nacional, com motor de quatro cilindros, o SUV com ares de cupê também continua a ser vendido com o de seis, de 3.0 litros de cilindrada, mas importado dos Estados Unidos, versão que representa apenas 6% das vendas do modelo no Brasil.

Para fechar o anúncio à imprensa, Boavida disse que, atualmente, a BMW do Brasil tem 26,4% de participação no segmento premium, atrás da Audi e na frente da Mercedes-Benz . Espera encerrar o ano de 2016 com 47 mil unidades vendidas, ante as 58 mil unidades do ano passado, o que representa uma queda de 20%, mesmo percentual negativo que o mercado deverá apresentar. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.