Modelo mais vendido da marca, Mercedes-Benz GLA será feito em duas versões. Preços continuarão os mesmos, partindo de R$ 146.900.

O Mercedes-Benz GLA é o modelo mais vendido da marca no Brasil e o segundo a ser produzido na fábrica em Iracemápolis (SP).
Divulgação/Mercedes-Benz Brasil
O Mercedes-Benz GLA é o modelo mais vendido da marca no Brasil e o segundo a ser produzido na fábrica em Iracemápolis (SP).

Cumprindo o que estava programado, o Mercedes-Benz GLA torna-se nacional com o início da produção na fábrica em Iracemápolis, no interior de São Paulo. O SUV compacto é o segundo modelo a ser montado no complexo, que iniciou sua operação em março com a fabricação do sedã Classe C . Tanto o GLA quanto o Classe C são os modelos que mais vendem da marca no Brasil e vinham importados da Alemanha.

A linha de montagem em Iracemápolis irá montar o Mercedes-Benz GLA em duas versões. O GLA 200 usa o motor 1.6 turbo flex de 156 cv e 25,5 kgfm de torque. Esse mesmo motor é utilizado no hatch Classe A e nos sedãs CLA e Classe C. A versão mais acima que também vira nacional é a GLA 250, com o motor 2.0 turbo de 211 cv e 35,7 kgfm de torque. Ao contrário do 1.6, o 2.0 é abastecido apenas com gasolina e não há planos de torna-lo flex.

LEIA MAIS: Mercedes GLA 200 é mais hatch esportivo do que jipinho de luxo

O início da produção nacional não irá afetar o preço do Mercedes-Benz GLA, que continuará a ser vendido a partir de R$ 146.900 na versão 200 Style. As configurações com motor 2.0 partem de R$ 202.900, cobrados pelo GLA 250 Enduro. O único modelo do SUV que continua a ser importado é o GLA 45 4MATIC , que segue sendo vendido por R$ 333.900.

LEIA MAIS: Mercedes equipa Classe C com motor 1.6 turbo flex no Brasil

Não é novidade que não irá mudar o preço. O mesmo aconteceu com o início da produção de outros modelos de outras marcas, como os BMW X1 e X4 , Land Rover Discovery e Range Rover Evoque . Todas as fabricantes justificam os valores com o fato de já terem recebido algumas isenções antes do início da fabricação, então os veículos chegavam ao Brasil muito próximo do preço que seria praticado quando nacionalizado.

Capacidade ociosa

Atualmente, o Mercedes-Benz GLA é o carro mais vendido da marca no Brasil, totalizando 2.198 unidades emplacadas desde o início de 2016. Isso dá uma média de 275 veículos vendidos por mês. Somando isso à média de 120 unidades do sedã Classe C por mês, a fábrica de Iracemápolis teria que produzir 395 veículos por mês tanto do GLA quanto do Classe C. Em um ano, isso dá 4.740 unidades, pouco abaixo de 25% da capacidade total de 25 mil veículos anuais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.