Apesar do otimismo, carros importados continuam a vender menos. Presidente da associação acredita que segundo semestre será melhor

Em agosto, a venda de carros importados contabilizou 2.936 unidades, 34,2% a menos do que as 4.463 unidades do ano passado.
Divulgação
Em agosto, a venda de carros importados contabilizou 2.936 unidades, 34,2% a menos do que as 4.463 unidades do ano passado.

O mercado dos carros importados continua em queda. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa), o mês de agosto recuou 12% em relação a julho, emplacando 2.936 unidades, 401 carros a menos. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, a queda foi de 34,2%, indo de 4.463 veículos em agosto de 2015 para 2.936 unidades neste ano.

A péssima situação fica clara quando observamos a quantidade de carros importados emplacados de janeiro até agosto. No acumulado, o setor conta 24.473 unidades, uma queda de 42,6% em comparação com os 42.646 veículos do mesmo período de 2015. O recuo foi ainda maior para os modelos de produção nacional das importadoras, caindo de 22.813 veículos para 7.585, 66,8% a menos.

LEIA MAIS: Veja 10 fabricantes de desistiram do Brasil

undefined
undefined

Em julho, José Luiz Gandini, presidente da Abeifa, dizia que o segundo semestre seria melhor do que o primeiro e continua otimista. “Apesar da queda em agosto, acreditamos que a tendência, agora com a definição da Presidência da República e a reação pelo quinto mês consecutivo da indústria brasileira, é de retomada da confiança dos consumidores brasileiros”, afirma o executivo.

Menos ruim para os premium

Entre os carros importados, o mais vendido é o Kia Sportage , que acumula 2.816 unidades desde o início do ano. Porém, teve uma forte queda em agosto, com apenas 258 veículos licenciados em agosto, contra as 665 unidades de julho. O que preocupa é o fato de que o utilitário acabou de mudar, com a chegada da quarta geração ao Brasil. Mesmo com a queda, a Kia segue com 29% de participação de mercado entre os importados.

LEIA MAIS: Audi começa a fazer Q3 no Brasil, igual ao modelo importado

O segundo colocado é o Land Rover Discovery Sport . O SUV contabiliza 2.368 unidades de janeiro até agosto e mantêm uma boa média, recuando junto com o mercado – foram 284 unidades emplacadas no mês passado. Apesar do início da produção nacional do utilitário, os preços não sofreram alterações. O que dá ritmo ao modelo é o fato de ser uma alternativa mais em conta para quem queria um Range Rover Evoque , que emplacou 1.330 unidades até agora.

Continua ruim para as marcas chinesas. A Lifan é quem tem o melhor resultado, com 220 veículos emplacados em agosto, apesar de trabalhar apenas com três modelos no Brasil. O mais vendido é o utilitário X60 , com 134 unidades. A JAC vem logo atrás, com 219 unidades, graças à melhor aceitação ao T5 , seu novo SUV. Já a Chery, a única delas com produção local, sofre com apenas 59 unidades licenciadas no último mês. Ironicamente, seus carros que mais vendem são o utilitário Tiggo e o compacto QQ , os dois que ainda são importados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.