Com mercado ruim, compradores preferem financiamento de carro usado a novo. Modalidade de financiamento mais utilizada continua a ser o CDC

O financiamento de carros com 4 a 8 anos de uso corresponde a 38,1% das negociações.
Divulgação
O financiamento de carros com 4 a 8 anos de uso corresponde a 38,1% das negociações.

A constante queda na venda de carros novos tem reflexo nos financiamentos. Segundo os dados da Cetip, entidade que reúne dados das instituições financeiras no Brasil, o volume de financiamento somou 415.548 unidades no mês de agosto. O valor é 4,2% menor em comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram financiados 433.787 veículos. A quantidade engloba carros, motos e caminhões, tantos novos quanto usados.

LEIA MAIS: Carro seminovo - 5 bons motivos para fugir do veículo novo

Destes 415.548 veículos, 155.107 são novos e 260.441 são usados, seguindo a tendência do mercado de substituir o financiamento do zero quilômetro por um veículo seminovo, causado pela falta de confiança do consumidor. Em comparação com agosto de 2015, as vendas a créditos dos veículos novos recuaram 18,4%, enquanto as de usados aumentaram 6,9%. Se levarmos em conta apenas os carros, a quantidade é 18,1% menor para os novos e 7,2% maior para os usados. No acumulado do ano, foram negociados 3.015.788 veículos em 2016, contra 3.612.752 unidades em 2015, uma diferença de 15,4%.

LEIA MAIS: Venda de carros importados tem queda de 12% em agosto

Ainda assim, o mês de agosto foi melhor do que o de julho, com os financiamentos de automóveis crescendo 8%. No entanto, o resultado não serve como indicativo de que o segundo semestre será melhor. De acordo com Marcus Lavorato, gerente de Relações Institucionais da Cetip, o resultado positivo na comparação com o mês anterior é consequência dos dois dias úteis a mais no mês de agosto.

Preferência por usados

Entre os mais financiados, a modalidade mais procurada é a dos Usados Jovens, ou seja, entre 4 e 8 anos de uso. Essa faixa de idade corresponde a 38,1% das vendas, uma alta de 10% em comparação com o ano passado. Em seguida estão os carros novos, com 28,5%. Já os Seminovos, com até 3 anos, representam 21,5%. Os Usados Maduros (9 a 12 anos) e os Velhinhos (mais de 12 anos) fecham a lista com 8,7% e 3,2%, respectivamente.

LEIA MAIS: Veja a lista dos 10 carros mais vendidos no mês de agosto

A modalidade de financiamento mais utilizada pelos clientes foi o CDC, com 80,6% da participação. Foram vendidos 334.948 veículos por essa forma de pagamento a prazo, um recuo de 4,3% em relação ao mesmo mês de 2015. O consórcio é a segunda modalidade mais utilizada, embora represente apenas 16,9% das negociações, enquanto o leasing corresponde a 1,1% das vendas de agosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.