Sedã terá novidades no Brasil para acompanhar mudanças nos principais rivais entre o fim do ano e o início de 2017

A primeira e a atual geração do Toyota Corolla. Em 50 anos, sedã se tornou líder mundial de vendas
Divulgação
A primeira e a atual geração do Toyota Corolla. Em 50 anos, sedã se tornou líder mundial de vendas

A Toyota comemora os 50 anos do sedã Corolla, que se tornou o carro mais vendido do mundo, com 44 milhões de unidades negociadas. Lançado no Japão, em 1966, o carro nasceu para ser um modelo popular, com bom espaço interno e bancos individuais. Apenas três anos após o lançamento, o modelo já começou a chamar atenção ao redor do planeta.

As exportações do Toyota Corolla para os Estados Unidos começaram em 1968 e, já em 1970, o carro atingiu um milhão de unidades vendidas no mercado norte-americano. A partir de então o modelo da marca japonesa passou a ganhar importância internacional.

LEIA MAIS: Corolla foi o carro mais vendido do mundo no primeiro semestre de 2016

Agora na décima primeira geração, o Corolla passou a ser o carro mais vendido do mundo em 1997, quando atingiu 22,65 milhões de carros. Hoje em dia, existem duas versões do sedã vendidas no mercado global: a norte-americana e a europeia.  

Nos Estados Unidos, a Toyota decidiu lançar uma edição especial dos 50 aons do modelo com alguns itens exclusivos, como as rodas de aro 17 polegadas pintadas de cinza escuro, faróis reestilizados com LEDs e sistema de partida que dispensa a chave.

 E no Brasil?

Líder do segmento de sedãs médios no País, o Corolla vai receber algumas novidades entre o fim do ano e o início de 2017 para manter sua liderança no mercado. Isso porque os principais rivais acabam de receber várias mudanças para incomodar a posição confortável do modelo da Toyota.

LEIA MAIS: Toyota confirma que Corolla e Etios terão controle eletrônico de estabilidade

Além das novas gerações de Honda Civic  e Chevrolet Cruze , a Nissan lançou o Sentra renovado, todos eles com controle eletrônico de estabilidade, um dos itens que o Corolla feito no Brasil deverá ter a partir do ano que vem, quando passará a ter o mesmo visual da versão apresentada na Turquia, em meados do ano, e que é atualmente vendida na Europa.

As mudanças incluem retoques no desenho dos faróis e da grade frontal que ficará um pouco menor. Além disso, os para-choques contarão com entradas de ar maiores. Na traseira, as lanternas recebem detalhes cromados e LEDs contínuos.

Por dentro, de novo, apenas o material de acabamento, que a  Toyota  diz estar mais caprichado e os comandos do ar-condicionado com nova iluminação e com saídas de formato circular. Há também a nova contral multimídia Touch 2, com tela de 4.2 polegadas, sensível ao toque e GPS embutido.

LEIA MAIS:  Toyota renova sedã Corolla na Europa

Na parte estrutural, a  Toyota  garante que fez melhorias na suspensão para tornar o rodar mais confortável, com novos conjuntos de amortecedores e molas. A direção com assistência elétrica foi aperfeiçoada para se tornar mais precisa, principalmente na estrada. E o isolamento acústico foi reforçado para tornar o interior mais silencioso. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.