Protótipo I.D. adianta carro elétrico da Volkswagen de 600 km de autonomia. Marca promete que terá preço de Golf e função autônoma para 2025

Apresentado no Salão de Paris, o Volkswagen I.D. adianta o carro elétrico popular da marca, com preço de Golf e autonomia de 600 km.
Divulgação/Newspress
Apresentado no Salão de Paris, o Volkswagen I.D. adianta o carro elétrico popular da marca, com preço de Golf e autonomia de 600 km.

Uma das estrelas do Salão de Paris (França) é o I.D., um modelo conceitual da Volkswagen que adianta o carro elétrico popular que a marca promete produzir em massa em 2020, além de virar um veículo autônomo em 2025. Vale a pena ficar de olho nesse modelo, que deve ter um preço equivalente ao do Golf na Europa – que, por lá, é um hatch muito mais barato do que aqui.

“Em 2020, começaremos a introduzir uma família inteira de carros elétricos no mercado. Todos serão baseados na nova arquitetura que foi desenvolvida especialmente e exclusivamente para veículos totalmente elétricos”, explica Dr. Hebert Diess, presidente do conselho da marca Volkswagen. “O I.D. representa essa nova era do carro elétrico, de uma nova era automotiva: elétrica, conectada e de condução autônoma”.

LEIA MAIS:  Carro elétrico da Nissan, abastecido com etanol, será testado no Brasil

Compacto popular

Posicionar o motor no eixo traseiro e as baterias no assoalho permite que o carro elétrico da Volkswagen tenha o espaço interno do Passat.
Divulgação/Volkswagen
Posicionar o motor no eixo traseiro e as baterias no assoalho permite que o carro elétrico da Volkswagen tenha o espaço interno do Passat.

O protótipo utiliza a plataforma Modular Electric Drive (MEB), apresentada pela primeira vez na van conceitual BUDD-e. Essa será a base para todo carro elétrico da Volkswagen , ganhando volume o suficiente para manter o custo baixo. O primeiro será um compacto, justamente o antecipado pelo I.D., e que terá um preço muito próximo do Golf na Europa e com nível de equipamento semelhante.

Essa faixa de preço é a maior aposta da Volkswagen . A marca acredita tanto neste conceito que diz que ele será tão revolucionário quanto o Fusca original, redefinindo não só a história da empresa quanto do setor automotivo. Em 2025, o carro baseado no I.D. irá se tornar o primeiro veículo autônomo da fabricante, com a introdução do sistema I.D. Pilot. Prometem até mesmo dispensar chaves convencionais, usando o smartphone para controlar o automóvel.

LEIA MAIS: Como é a vida andando de carro elétrico em São Paulo

O I.D . conta com um motor elétrico de 170 cv, muito mais do que os atuais 114 cv do e-Golf ou que os 80 cv do e-Up!. Com ele, o conceito seria capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de oito segundos e tem velocidade máxima de 159 km/h. Mesmo com esse desempenho mais forte, promete rodar por 600 km antes de parar para recarregar as baterias, o que pode ser feito tanto com fios quanto com recarga wireless.

Embora o design tenha muitos elementos que não serão vistos na versão final, não pode ser completamente ignorado. O protótipo tem o conceito Open Space , aumentando o espaço interno. O motor fica no eixo traseiro e a bateria é espalhada sob o piso, permitindo que a cabine seja maior. A Volkswagen diz que, enquanto o carro é menor do que o Golf , a área interna é tão grande quanto a do Passat .

LEIA MAIS: Volkswagen terá carro elétrico com 500 quilômetros de autonomia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.