Mais poluentes, carros a diesel não poderão circular por Paris e Madri. Brasil discute a liberação da venda de carros a diesel que não sejam 4x4

Após escândalos envolvendo mais de 15 fabricantes, carros a diesel tornaram-se vilões e serão proibidos em algumas cidades a partir de 2025.
Divulgação
Após escândalos envolvendo mais de 15 fabricantes, carros a diesel tornaram-se vilões e serão proibidos em algumas cidades a partir de 2025.

No Brasil, há uma comissão tentando liberar a venda de carros a diesel no país, tipo de combustível proibido para automóveis de passeio. Enquanto isso, o resto do mundo começa a preparação para banir os veículos a diesel até 2025. Atenas, Cidade do México, Madri e Paris assinaram um acordo durante o encontro do grupo C40 de Grandes Cidades para a Liderança Climática, realizado no início do mês.

LEIA MAIS:  Volvo XC60 D5 a diesel: SUV atinge sua melhor forma. Veja avaliação

A movimentação ganha força após os escândalos envolvendo fraudes nos testes de emissões de poluentes. Começou com a Volkswagen em 2015, com a descoberta de um dispositivo que detectava quando um carro estava sendo inspecionado e controlava a emissão de gases. Um ano depois, outras fabricantes foram acusadas de fazer o mesmo com seus veículos, gerando uma grande desconfiança sobre o diesel.

As cidades envolvidas prometem investir em estrutura para transporte alternativo, como bicicletas, além de incentivos para carros elétricos, híbridos e movidos a hidrogênio. Algumas estão de olho em práticas ainda mais restritivas. Paris proibiu o uso de veículos produzidos antes de 1997 no perímetro da cidade e, até 2020, irá elevar a proibição para os carros produzidos até 2011.

LEIA MAIS: Jeep Compass a diesel tem tudo para revolucionar entre os SUVs médios

Já Atenas, capital da Grécia, promete transformar o centro da cidade em uma área livre de automóveis durante os próximos anos. A Cidade do México é a mais congestionada do mundo, o que gera muita poluição. Por isso, a administração afirma que irá expandir o uso de ônibus e metrô, além de criar ciclovias, para “diminuir o congestionamento em nossas ruas e pulmões”. Na Alemanha, o governo trabalha para criar uma lei que impeça o uso dos veículos antigos movidos a diesel que não consigam cumprir o regulamento Euro 6 de emissões.

Brasil tenta engatar diesel

Por aqui, o combustível é proibido para carros de passeio desde 1976. No entanto, uma portaria criada em 1994 criou uma exceção, permitindo que “jipes” possam usar motores a diesel. A definição de jipe dessa portaria é um veículo com tração nas quatro rodas, caixa de mudança múltipla, redutor e mais de 1.000 kg de capacidade de carga. É nessa exceção que os SUVs a diesel no Brasil, como Jeep Renegade, Range Rover Evoque e Fiat Toro , aproveitam para conseguir chegar ao País.

LEIA MAIS:  Fiat Toro Freedom 2.0 turbodiesel: o lado mais sério da picape

Há uma articulação no governo tentando mudar essa regra e permitir os carros a diesel no País. O Projeto de Lei 1013/2011 circula há cinco anos pela Câmara e já foi negado diversas vezes pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento e na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. A última tentativa de aprovar a lei aconteceu em novembro, porém a reunião foi cancelada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.