Operação em São Paulo apreende VW Gol que tinha 2.118 infrações acumuladas desde 2009 por excesso de velocidade e desrespeitar o rodízio

O pequeno VW Gol 2008 cometeu uma infração a cada 30 horas, acumulando 2.118 multas no valor total de R$ 16.226.906,42.
Divulgação/Detran-SP
O pequeno VW Gol 2008 cometeu uma infração a cada 30 horas, acumulando 2.118 multas no valor total de R$ 16.226.906,42.

O Departamento Estadual de Transito de São Paulo ( Detran-SP ) apreendeu um Volkswagen Gol que tinha mais de R$ 16 milhões em multas e impostos acumulados. Policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito da Capital ( CPTran ), em operação conjunta com o Detran-SP, realizaram uma blitz que levou à apreensão do hatchback, que possui um débito que totaliza R$ 16.226.906,42.

LEIA MAIS: 54% dos veículos de transporte já foram multados em São Paulo

O VW Gol, modelo 2008, está registrado no nome de uma pessoa jurídica e soma 2.118 multas por circular em faixa exclusiva, excesso de velocidade e desrespeitar os dias de rodízio. Se estiver nas ruas desde o primeiro dia de 2009, significa que o carro fazia uma infração a cada 30 horas. Mesmo com todas as multas, o veículo acabou apreendido pela falta de licenciamento anual.

Os débitos alcançaram esse valor por consequência da regra para veículos de pessoas jurídicas. Como a empresa proprietária não indicou os dados do condutor que cometeu as infrações, a legislação federal determina que a multa tenha valor multiplicado pelo número de vezes que a mesma infração foi cometida nos últimos doze meses.

LEIA MAIS: Multas de trânsito ficam mais caras em novembro

Isso significa que o VW Gol recebia penalizações no valor de R$ 1.021,56 em dezembro por desrespeitar o rodízio municipal – doze vezes a multa de R$ 85,13 pela infração, antes do reajuste de novembro. No caso das penalidades por excesso de velocidade, o valor poderia ser ainda maior de acordo com o quanto o condutor estava acima do limite, já que o preço é diferente para as faixas de 20% acima, entre 20% e 50% e acima de 50%.

LEIA MAIS: Saiba como gnahar desconto na hora de pagar multas de trânsito

O Gol apreendido é o quinto carro apreendido pelo Detran-SP que deve milhões em multas no período de um mês. O hatchback da Volkswagen é o que acumulou mais penalizações. Juntando os cinco automóveis, o governo deixou de receber R$ 38,6 milhões em impostos, multas e taxas, já que eles receberam mais de 7.350 notificações por quebrarem as leis de trânsito. Assim como o Gol, os demais foram apreendidos pela falta de licenciamento anual.

Veja os outros carros apreendidos com multas milionárias:

Fiat Fiorino

O percursor dos casos foi um modelo 2002 da Fiat Fiorino, apreendida em 8 de novembro. Os policiais encontraram o veículo na Ponte da Vila Guilherme, na Marginal Tietê (Zona Norte de São Paulo). Com 1.174 multas por excesso de velocidade, circular no dia de rodízio e andar na faixa exclusiva de ônibus, acumulou um débito de R$ 2,7 milhões.

Peugeot Hoggar Escapade

Ano modelo 2011/2012, a Peugeot Hoggar Escapade registrada em Guarulhos foi apreendida em 18 de novembro na Marginal Tietê. Devia R$ 9.114.975,27 por suas 1.833 multas municipais, registradas por avançar em semáforo, conversão proibida, circular na faixa exclusiva de ônibus e excesso de velocidade.

Chevrolet Kadett Ipanema

Com o menor valor da lista, o Chevrolet Kadett Ipanema 1996 tinha 612 multas sem pagar, divididas entre circular em faixa exclusiva e não respeitar o rodízio municipal. O infrator devia R$ 1.528.338,58 e foi apreendido em 19 de novembro, na Radial Leste, principal via da Zona Leste de São Paulo.

Fiat Uno Mille

Registrado em São Paulo, o Fiat Uno Mille ano-modelo 2007/2008 circulava pela Avenida Senador Teotônio Vilela, na Zona Sul, quando foi apreendido pela polícia militar. Tinha na conta 1.614 multas municipais, que somam R$ 9.038.872,87 em infrações não pagas, a maioria por avanço de semáforo e excesso de velocidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.