Seja de carro ou de moto, vale a pena seguir algumas orientações para evitar problemas e manter tudo sob controle, tanto na ida quanto na volta

Antes de encarar uma viagem, deve-se ter certeza de que a manutenção do carro está em dia e dirigir com segurança
Divulgação
Antes de encarar uma viagem, deve-se ter certeza de que a manutenção do carro está em dia e dirigir com segurança

Quem planeja viajar de carro ou de moto durante o período de festas ou nas férias de verão deve seguir algumas regras básicas para ter certeza de que fará uma viagem segura. São dicas e orientações que todo motorista ou motociclista deve seguir antes de entrar na estrada. Confira a seguir.

LEIA MAIS:  Veja 10 dicas para manter a manutenção do carro sempre em ordem

1 – Verifique se a manutenção do veículo está em dia

Não deixe de cumprir os prazos de manutenção que constam no manual do proprietário. Nele você encontra as quilometragens indicadas para a revisão dos itens que asseguram o bom funcionamento, economia de combustível e as condições adequadas do veículo. Sistema de freios, direção, motorização, iluminação, arrefecimento, ventilação, desgaste dos pneus, alinhamento e balanceamento são algumas das verificações periódicas obrigatórias.

2. Tenha todas as luzes funcionando perfeitamente

Ver e ser visto está entre as regras básicas de segurança no trânsito. Portanto, vale a pena ter certeza de que todas as lâmpadas externas (faróis, lanternas, luzes de freio, sinalizadores de direção, de marcha ré e da placa de licença) estão funcionando, pois elas são fundamentais para a segurança, especialmente em trajetos com condições de visibilidade precária, como neblina em trechos de serra.

3. Planeje o trajeto que vai fazer antes de sair

Planejar a viagem é outro passou importante para evitar imprevistos indesejáveis. Então, antes de pegar estrada, verifique se existem postos de abastecimento e restaurantes no seu trajeto. Ao parar para abastecer, cheque o nível do óleo do motor e a calibragem dos pneus sempre que possível. É recomendável ainda que o condutor faça uma parada a cada 90 minutos para movimentar os músculos. Isso ajuda a evitar os desconfortos da fadiga.

4. Mantenha os pneus bem calibrados

 Não se esqueça de calibrar os pneus, inclusive o estepe. Os pneus devem ser calibrados ainda frios, portanto pare no posto mais próximo da sua casa e não após rodagens longas. A uniformidade do desgaste também deve ser sempre conferida. Se houver algum tipo de irregularidade, elas podem indicar a necessidade de alinhamento do sistema de direção ou até mesmo a troca.

LEIA MAIS:  Confira 5 dicas para manter o pneu reserva em dia

5 –  Siga os procedimentos básicos de segurança

Viajar de moto também exige uma série de cuidados para evitar problemas nas viagens
Divulgação
Viajar de moto também exige uma série de cuidados para evitar problemas nas viagens

Se a viagem for de moto, já prepare os equipamentos de segurança: capacete, calças e jaquetas confeccionadas em tecido grosso ou couro, calçados fechados e luvas. O capacete precisa estar dentro do prazo de validade. A viseira também exige atenção, pois precisa estar sempre limpa e sem riscos para não prejudicar a pilotagem em dias chuvosos e à noite. Roupas de cor clara facilitam a visão de outros motociclistas, principalmente no período noturno.

6. Fluidos em dia e equipamentos

No caso de ir de carro, outra recomendação é não deixar de levar ferramentas e o triângulo de segurança no porta-malas do automóvel, além de checar, antes da partida, a validade do extintor de incêndio e a calibragem do estepe. Aconselha-se também inspecionar o nível do óleo e outros fluidos, como do arrefecimento, lavador do para-brisa, freios, direção hidráulica e da transmissão automática, se o veículo contar com esse tipo de equipamento.

7 – Respeite os limites de velocidade

 Não apenas não se deve dirigir acima dos limites permitidos por lei, mas também é recomendável dar uma tirada de pé no caso de tempo chuvoso.

Diminuir a velocidade de 100 km/h para 80 km/h, por exemplo, reduz o espaço de frenagem em mais de 15 metros, uma distância equivalente a mais de três carros e que pode ser essencial na hora de evitar um acidente.

LEIA MAIS:  Saiba cinco pontos importantes antes de pegar a estrada de motocicleta

8 – Mantenha distância do veículo à frente

Nem pense em colar na traseira dos outros carros. Use a a regra dos três segundos como parâmetro: Quando o veículo da frente passar por um poste ou árvore, comece a contar “1,2,3”. Caso você passe pela mesma árvore antes da contagem atingir o três, você está perto demais. Em caso de pista molhada, essa contagem deve ser aumentada para ajudar no tempo de frenagem.

9 –  Não faça ultrapassagens arriscadas

Jamais ultrapasse pela direita e sempre utilize as setas para mostrar sua intenção para outros motoristas e evitar uma fechada. Em vias de mão dupla, respeite a indicação da faixa de divisão, elas estão lá para avisar onde é o local mais seguro. Mesmo seguindo essas dicas, certifique-se do mais importante: somente ultrapasse caso você se sinta seguro.

10 –  Acomode bem as bagagens

Em um acidente, um objeto solto na cabine tem seu peso multiplicado 25 vezes quando arremessado. Por isso leve as bagagens apenas no porta-malas. Evite sobrecarregar o carro. O peso extra faz com que o tempo de frenagem seja maior e a aceleração seja menor (risco nas ultrapassagens).