Lista inclui apenas modelos feitos em série no País. Entre outros fatores, baixa produção e alto preço foram os itens que mais os prejudicaram

As vendas de automóveis e comerciais leves em 2016 amargaram queda de 19,8% na comparação com 2015 de acordo com os números da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos) e de 20,2% conforme a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes).

LEIA MAIS:  Conheça os 5 carros seminovos para você fugir na hora da compra

Diante desse cenário complicado, houve modelos que se saíram melhor no mercado e outros que ficaram nas últimas posições no ranking dos mais vendidos. Considerando apenas os carros feitos no Brasil, mostramos quais foram os 10 “lanternas”.

Apenas para ter uma ideia de parâmetros também citamos no final da lista quais foram os 10 mais vendidos no ano. Conheça, então, os modelos nacionais que ocuparam as últimas posições no ranking de vendas, em ordem decrescente.

10 – Mercedes-Benz GLA – (3.309 unidades) – a partir de R$ 163.900

Mercedes-Benz GLA 200
Carlos Guimarães/iG
Mercedes-Benz GLA 200


 Está mais para hatch esportivo do que para jipinho de luxo. Acaba de ser apresentado com novidades, no Salão de Detroit (EUA). E vai chegar renovado ao Brasil no segundo semestre. Apesar de ser o carro mais vendido da marca no País, ainda está entre os 10 "lanternas" entre os fabricados por aqui. A produção limitada e o valor alto atrapalha o desempenho nas vendas. Tem o desempenho, o bom nível de acabamento e a segurança entre as principais qualidades. 

9 – Mitsubishi Lancer – (2.802 unidades) – a partir de R$ 65.190

Mitsubishi Lancer
Divulgação
Mitsubishi Lancer

 Está esquecido na linha da marca japonesa e prestes a deixar de ser fabricado em vários países. Teve seus tempos de glória, quando o desenho esportivo fez sucesso assim quando a atual geração foi lançada há 10 anos. Desde então, o carro recebeu poucas mudanças e passou a ter cada vez mais rivais de peso. O motor 2.0, de 160 cv ainda é um dos seus principais atrativos. 

8 -  Volkswagen SpaceFox (1.956 unidades) – a partir de R$ 64.000

Volkswagen SpaceCross
Divulgação
Volkswagen SpaceCross

 A queda vertiginosa na procura por peruas com a invasão dos SUVs, além da questão da relação custo-benefício prejudica as vendas do modelo que também precisa de mais apelo. Vem com motor 1.6, que rende meros 104 cv com apenas etanol no tanque que funciona com câmbio de cinco marchas. Nas versões Highline e Cross , passa a ter o 16V, de 120 cv. Um dos seus principais atributos é o espaço interno, inclusive no porta-malas de 440 litros.

7 – Chevrolet Trailblazer (1.942 unidades) - a partir de R$ 167.090

Chevrolet TrailBlazer
Divulgação/General Motors
Chevrolet TrailBlazer

 O SUV da GM é um dos carros mais caros produzidos no Brasil. Mas pode vir com uma série de itens sofisticados, como bancos revestidos de couro, multimídia com GPS embutido com tela de alta resolução e OnStar. Faróis e lanternas usam LEDs no lugar de lâmpadas e entre os equipamentos de segurança há controles de estabilidade e tração, além de assistente de partida em rampa.  Apesar de suas qualidades, sofre um pouco no mercado pelo alto preço e pela concorrência de alguns importados.

LEIA MAIS: Veja quais são os 10 carros mais seguros à venda no Brasil

6 – Troller T4 (1.453 unidades) – a partir de 124.990

Troller T4 Bold
Divulgação
Troller T4 Bold

 A fabricante nacional se mantém num nicho de mercado e com uma rede pequena, de apenas 20 concessionários. Além disso, o único modelo em produção, o T4 , não é dos mais em conta. A robustez e a valentia em enfrentar trilhas e trechos de terra estão entre seus principais atributos. Vem com motor turbodiesel, de 200 cv, que transmite toda sua força para as quatro rodas pelo sistema de tração com seletor eletrônico por botão giratório, com reduzida. O câmbio é manual, de seis marchas. Rústico, é feito para os fãs de jipes dispostos a enfrentar obstáculos pelo caminho, deixando qualquer requinte de lado.

 5 -  BMW Série 1  (1.031 unidades) – a partir de R$ 157.950

BMW 120i
Divulgação
BMW 120i

 Somando as vendas das versões 120i e 125i, chega-se ao total de 1.031 unidades. Trata-se de um hatch médio de luxo, com alto índice de sofisticação e de valor agregado, o que acaba refletindo no volume de vendas. Dentro do segmento, tem como um dos destaques ser o único com tração traseira, o que ajuda numa tocada mais animada. Vem equipado com motor turbo, de quatro cilindros, com 184 cv no caso do 120i e 218 cv no 125i, ambos com câmbio automático de oito marchas.

4 – Chery Celer  (854 unidades) – a partir de R$ 34.990

Chery Celer
Divulgação/Chery
Chery Celer

 O hatch compacto foi prejudicado pelo período em que a fábrica da marca chinesa em Jacarei (SP) ficou parada, com uma série de ajustes para começar uma nova fase em que irá produzir o SUV compacto Tiggo 2. Com fortes concorrentes, pouca oferta e sem muito apelo, o carro tem ficado nos últimos lugares nas vendas. Entre seus pontos positivos está a relação entre custo e benefício, com vasta lista de equipamentos de série por um preço atraente. O motor é 1.5, flex, de 113 cv com apenas etanol no tanque.  

3 – BMW X3 (582 unidades) – R$ 225.950

BMW X3
Divulgação
BMW X3

É um dos SUVs mais sofisticados no mercado. Montado em Araquari (SC), pode vir com motor 2.0, turbo, de 184 cv, ou 3.0, também sobrealimentado, que rende 306 cv, sempre com tração integral e câmbio automático de oito marchas. Não vende muito porque é um modelo de valor alto e de produção limitada. Entre os seus destaques “hi-tech” está o sistema que recupera a energia dos freios para ajudar a carregar a bateria. 

LEIA MAIS:  Confira a lista dos 10 carros com os menores custos de manutenção do Brasil

 2 - Chery Celer Sedan (508 unidades) - R$ 38.490

Chery Celer Sedan
Divulgação
Chery Celer Sedan

 A versão sedã sofre dos mesmos problemas do hatch: fortes concorrentes, produção pequena e baixa produção. E tem o agravante de não ter desenho tão harmonioso tanto. Mas o conjunto mecânico é o mesmo. Inclui motor 1.5 flex, de 115 cv, que funciona com câmbio manual de cinco marchas. Com a chegada do novo Tiggo 2 deve ter vendas ainda menores, já que as atenções deverão estar voltadas para o SUV, que deve chegar às no final do primeiro semestre.

1- Chery QQ (436 unidades) – R$ 31.290

Chery New QQ
Reprodução/Chery
Chery New QQ

 Além dos problemas de produção da fábrica da Chery em Jacareí (SP), o baixo volume de vendas do novo QQ ainda podem ser explicados pela forte concorrência e também pelo fato de ser um subcompacto, segmento que não está entre os mais bem aceitos no Brasil. Além disso, o carro não é um dos mais acertados, com fraco motor 1.0, de três cilindros, de 69 cv. Assim com outros modelos de marcas chinesas, tenta atrair pela lista equipamentos de série, que inclui ar-condicionado,  vidros elétricos dianteiros, rádio AM/FM com USB, luzes diurnas, freios ABS com EBD, airbag duplo, regulagem elétrica dos faróis. Confira, logo abaixo, a lista dos 10 carros mais vendidos em 2016.

1 - Chevrolet Onix (153.372 unidades)

2 - Hyundai HB20 ( 121.616 unidades)

3 - Ford Ka (76.616 unidades)

4 - Chevrolet Prisma (66.337 unidades)

5 - Toyota Corolla (64.740 unidades)

6 - Fiat Palio (63.996 unidades)

7 - Renault Sandero (63.228 unidades)

8 - VW Gol (57.390 unidades)

9 - Honda HR-V (55.758 unidades)

10 - Jeep Renegade (51.588 unidades) 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.