Nova geração do SUV, com a mesma base do Civic atual, ficará mais sofisticada e bem mais cara no mercado brasileiro. Saiba mais detalhes

Honda CR-V
Divulgação
Honda CR-V

A Honda começa a produção da nova geração do CR-V na fábrica de Indiana, nos Estados Unidos, que substitui a linha de montagem SUV no México, onde passará a ser fabricado o HR-V. A notícia importa bastante para o Brasil porque, quando o carro chegar ao País ( o que está previsto para apenas o início de 2018) o carro deixará de ter os incentivos fiscais conforme o regime de cotas dos modelos importados do mercado mexicano.

LEIA MAIS: Honda revela mais detalhes sobre o WR-V, que chega às lojas em março

Com mais impostos e taxas, o novo Honda CR-V deverá custar bem mais do que a geração atual, que ainda tem algumas unidades em estoque no Brasil, com preço sugerido de R$ 148 mil.  O fato de estar bem mais sofisticado, com a mesma plataforma do Civic e, entre outros componentes, o novo motor 1.5 turbo, de 190 cv, também deverá contribuir com o aumento no valor de tabela do carro no Brasil.

 De qualquer forma, a nova geração do CR-V agora é fabricada apenas nos Estados Unidos e no Canadá, em Ontário. No mercado norte-americano, o carro é vendido em várias versões, inclusive a mais em conta LX, com motor 2.4, aspirado, de 184 cv, que sai a partir de US$ 24.925 (o que equivale a cerca de R$  77.300, sem impostos e taxas).

LEIA MAIS: Honda Civic Touring vale mesmo os R$ 124.900? Confira na avaliação

Principais diferenças da nova geração

A nova geração do Honda CR-V irá adotar identidade visual da marca que estreou com o hatchback Fit e teve sua primeira evolução no Civic. Há uma leve diferença nas barras cromadas que formam o desenho em V, passando por baixo dos faróis. Logo abaixo, está uma entrada de ar com grade em forma de colmeia, item ausente nos modelos menores. Vincos na lataria logo abaixo dos faróis dão um aspecto mais agressivo ao utilitário.

 Entre outras novidades, o SUV está bem maior. Aumentaram o entre-eixos em 4 centímetros, alcançando os 2,65 metros de comprimento. Não parece muito, mas foi o suficiente para que os engenheiros aumentassem o espaço interno em 5,3 centímetros. O porta-malas agora conta com impressionantes 1.104 litros, sem rebater os bancos traseiros.

LEIA MAIS: Honda City, Fit e HR-V ficam mais caros na linha 2017. Veja os preços

 Mais luxuoso, o interior segue as linhas do Civic, com itens em comum, como o painel de instrumentos digital, assim como o volante.  Não foi dessa vez que a Honda parou de colocar a alavanca do câmbio na posição alta, abaixo da central multimídia. Falando no sistema de entretenimento, resolveram uma das maiores reclamações que vinham dos clientes do Civic, colocando um botão físico para controlar o volume.

O Honda CR-V EX conta com o sistema HondaLink, controlado pela tela sensível ao toque de sete polegadas, partida por botão, teto solar, faróis automáticos, alertas de colisão, mudança de faixa e ponto cego, e controle de cruzeiro adaptativo. O EX-L recebe bancos de couro, ajustes elétricos para o assento do passageiro e navegação por GPS como opcional. No topo de linha Touring, temos faróis full-LED, iluminação da cabine em LED e abertura do porta-malas por sensor. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.