Atrasado, Chery Tiggo 2 deve chegar às concessionárias no final de 2017, com motor 1.5 de 113 cv e câmbio manual de cinco marchas

O Chery Tiggo 2, conhecido na China como Tiggo 3X, irá disputar espaço com JAC T40 e Renault Duster
Reprodução/Chinamobil.ru
O Chery Tiggo 2, conhecido na China como Tiggo 3X, irá disputar espaço com JAC T40 e Renault Duster

Prometido para o primeiro semestre deste ano, o Chery Tiggo 2 acabou atrasando e, até o momento, não sabíamos qual a situação do SUV compacto. Porém, segundo informações obtidas pelo site Automotive Business, a fábrica em Jacareí (SP) já iniciou a produção do utilitário, embora ainda na forma de pré-série. Por conta do tempo necessário para criar um estoque, o lançamento do chinês deve acontecer apenas no último trimestre deste ano.

LEIA MAIS: Andamos no Chery QQ, o carro mais barato do Brasil

Apresentado ao público durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro passado, o Tiggo 2 é a esperança da Chery de reconquistar um pouco de sua participação de mercado, perdendo espaço para a JAC Motors e a Lifan. Irá disputar com outros SUVs compactos mais baratos, como Renault Duster, JAC T40, JAC T5 e Lifan X60. O Tiggo anterior já não é mais oferecido.

Mede 4,20 metros de comprimento, 2,55 m de entre-eixos, 1,76 m de largura e 1,57 m de altura. São 2,3 cm a menos do que o Jeep Renegade. Será vendido com o motor 1.5 flex de 113 cv a 6.000 rpm e 15,5 kgfm de torque a 4.000 giros, com etanol no tanque. Inicialmente, contará apenas com o câmbio manual de cinco marchas, embora exista a promessa de receber uma transmissão automática do tipo CVT no futuro.

Preços ainda não foram divulgados. A Chery deve repetir a estratégia agressiva vista na nova geração do QQ, vendido por R$ 25.990 – o que faz com que seja o mais barato do Brasil. Como seu rival direto, o JAC T40, irá estrear em agosto por cerca de R$ 60 mil, é possível que o Tiggo 2 fique na mesma faixa de preço (ou até menos).

LEIA MAIS: Chery Tiggo desaparece do site para dar espaço ao Tiggo 2

Sabemos que virá com ar-condicionado, controle eletrônico de estabilidade, sensor de estacionamento, vidros e travas elétricas, luzes de iluminação diurna de LED, quatro airbags (frontais e laterais), rodas de liga leve diamantadas e central multimídia Chery I-Connect. Já adiantaram um dos defeitos do SUV: terá direção hidráulica, ao contrário do resto do segmento, que usa eletro-hidráulica ou puramente elétrica.

LEIA MAIS: Novo Chery QQ começa a chegar às lojas por R$ 25.990

Mais modelos em 2018

Além do Tiggo 2, a Chery irá investir no Brasil com a chegada de outros carros. O sedã Arrizo 5, mostrado no Salão do Automóvel, será o próximo a ser lançado. Deveria chegar às concessionárias no segundo semestre deste ano, só que o atraso do Tiggo faz com que seja empurrado para o começo de 2018. Para o final do ano que vem fica o Tiggo 7, SUV de porte médio. Também há planos para o sedã grande Arrizo 7 e mais um utilitário, baseado no conceito TX do Salão do Automóvel de 2012.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.