Para brigar com Audi Q3, BMW X1 e Mercedes-Benz GLA, Jaguar E-Pace deve custar cerca de R$ 200 mil

O Jaguar E-Pace já tem passaporte carimbado para o Brasil, onde deve estrear apenas em 2018
Divulgação/Jaguar Land Rover
O Jaguar E-Pace já tem passaporte carimbado para o Brasil, onde deve estrear apenas em 2018

O Jaguar E-Pace foi apresentado oficialmente pela fabricante, com lançamento já confirmado para o Brasil em 2018. Trata-se do SUV compacto da marca inglesa, que irá concorrer com Audi Q3, BMW X1 e Mercedes-Benz GLA, posicionado abaixo do F-Pace – que vem se mostrando um sucesso de vendas, apesar do preço. Preços ainda não foram divulgados, mas podemos por um valor inicial dos R$ 200 mil.

LEIA MAIS: Novo Land Rover Discovery é para famílias com espírito aventureiro

A própria marca trata o Jaguar E-Pace como uma versão menor do F-Pace, inclusive com referências no carro sobre essa relação. Tem 4,40 metros de comprimento, 1,65 m de altura, 1,98 m de largura e 2,68 m de entre-eixos. São 33 cm a menos no comprimento e 19 cm no entre-eixos. Essa diferença foi obtida no trabalho com a plataforma modular iQ-AI, também usada no F-Pace e no sedã XE.

Visualmente, são bem parecidos. Toda a postura do E-Pace é semelhante ao do F-Pace, além de elementos como a grade frontal e o para-choque. Mudam os faróis dianteiros, que no SUV compacto recebem o mesmo formato que o esportivo F-Type. A traseira é mais exclusiva, com um para-choque de desenho único e as lanternas, que perdem o pequeno trecho arredondado na tampa do porta-malas.

A cabine tem mais em comum com o F-Type do que com o F-Pace. Por exemplo, deixa de lado o seletor giratório de marca, usando uma alavanca de câmbio
Divulgação/Jaguar Land Rover
A cabine tem mais em comum com o F-Type do que com o F-Pace. Por exemplo, deixa de lado o seletor giratório de marca, usando uma alavanca de câmbio

O interior está muito mais para o F-Type, desenhado de forma a priorizar as operações do motorista, inclusive com uma barra que separa o console central do banco do passageiro. O acabamento é todo em couro com costuras vermelhas. Vem com muitas tecnologias vistas nos modelos mais atuais da marca, como a central multimídia InControl, com tela de 10 polegadas sensível ao toque e, como opcional, o sistema com tela de 12,3 polegadas.

LEIA MAIS: Range Rover Velar chega ao Brasil em outubro, a partir de R$ 291 mil

Conta com um painel de instrumentos totalmente digital e a nova geração de heads-up display (HUD), que projeta as informações do GPS, velocidade ou do computador de bordo no para-brisa, usando tecnologia TFT. Traz vários itens de segurança, como alerta de ponto cego, controle de frenagem em curva, capô ativo (que levanta um pouco em caso de atropelamento), frenagem de emergência e mais.

Baby F-Pace

Todas as brincadeiras da própria Jaguar sobre o E-Pace ser um filhote do F-Pace refletem no desempenho. Será oferecido com cinco opções de motorização, todos da linha Ingenium 2.0 com turbo. O mais barato terá o turbodiesel de 150 cv e 38,8 kgfm, tração dianteira e transmissão manual de seis marchas. Tem como opcionais o câmbio automático de nove velocidades e tração integral.

Em seguida, vem o turbodiesel de 180 cv e 43,9 kgfm, que também pode ser manual ou automático. O topo de linha com diesel é o de 240 cv e 51 kgfm, este só automático. As opções a gasolina serão o 2.0 turbo de 249 cv e 37,2 kgfm e o de 300 cv e 40,8 kgfm, sempre com tração nas quatro rodas e transmissão automática. A marca só divulgou os dados de desempenho do modelo com 300 cv, que acelera de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e tem velocidade máxima limitada a 243 km/h.

LEIA MAIS: Jaguar F-Pace mais parece esportivo do que SUV

Um jaguar e o seu filhote, em uma referência ao fato do E-Pace ser o filho do F-Pace
Divulgação/Jaguar Land Rover
Um jaguar e o seu filhote, em uma referência ao fato do E-Pace ser o filho do F-Pace

O pequeno Jaguar E-Pace ri de si mesmo e tem referências com o fato de ser uma versão menor do F-Pace. Ao abrir as portas, por exemplo, o utilitário  ilumina o chão para evitar tropeços. A luz tem um pequeno desenho de um jaguar com seu filhote. A mesma ilustração é usada na base do para-brisa. Porém, a expectativa é que o filho supere o pai, pelo menos em vendas, por entrar em um segmento de maior volume. Veremos mais sobre o E-Pace em 2018, quando chegar ao Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.