Embora esteja ganhando ritmo, Argo ainda tem que superar vendas do Mobi. Confira a situação do Fiat Argo e a parcial do ranking de emplacamento

Lançado em junho, o Fiat Argo começa a ganhar volume de vendas no mercado, apesar de num ritmo um tanto lento
Divulgação/Fiat-Chrysler Automóveis
Lançado em junho, o Fiat Argo começa a ganhar volume de vendas no mercado, apesar de num ritmo um tanto lento

Conforme vai chegando às concessionárias de todo o país, o Fiat Argo vai mostrando sua força. Segundo o ranking de emplacamentos da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o novo hatchback ocupa a 15ª colocação, com 1.470 unidades, superando outro modelo da casa, o Uno, que conta 1.437 veículos até então. Porém, é um longo caminho até alcançar o líder, Chevrolet Onix, que contabiliza 6.428 unidades.

LEIA MAIS: Como ficará o mercado de compactos com a chegada do Fiat Argo

O desempenho do Argo ainda está bem abaixo do que a Fiat espera – no lançamento, a fabricante fez uma declaração forte, dizendo que compacto irá tornar-se o carro mais vendido do Brasil ainda em 2017 e que vai recolocar a marca na liderança. Atualmente, a Fiat é a 5ª colocada no ranking de montadoras, com 9,46% de participação, considerando apenas automóveis. Somando comerciais leves, pula para a 2ª posição, com 13,61% de participação.

Em comparação, o Chevrolet Onix, o carro mais vendido do Brasil, emplacou 6.428 unidades na primeira metade de julho. Mesmo o segundo colocado, Hyundai HB20, tem um ritmo mais forte do que o Argo, com 3.883 unidades emplacadas. Não faltam rivais. Volkswagen Gol é o terceiro, com 3.102 veículos, seguido pelo Ford Ka, que conta 3.082 unidades. O Renault Sandero é o sétimo, com 2.379 carros.

LEIA MAIS: Foiat Argo é lançado em sete versões a partir de R$ 46.800. Saiba detalhes

Até mesmo dentro da Fiat ainda há competição. O subcompacto Fiat Mobi é o carro mais vendido da marca com 1.859 unidades. O pequeno encontrou sucesso nas vendas e soma 25.618 veículos vendidos até agora, ocupando a oitava colocação no acumulado do ano. Pelo ritmo atual, o Argo terá que tirar uma diferença de 24.276 apenas para tornar-se o automóvel mais vendido da empresa. Mais difícil ainda superar o Onix, que tem 89.664 unidades emplacadas, ou 86.463 veículos a mais.

Compass na frente

Entre os utilitários, o Jeep Compass continua a mostrar força, com 2.044 carros emplacados. Em comparação, o Honda HR-V está com 1.816 carros, o que pode recolocar o Jeep na liderança entre todos os SUVs. Ainda assim o modelo japonês ainda é o mais vendido entre os crossovers compactos, pois o Hyundai Creta conta 1.631 unidades e o Jeep Renegade fechou a quinzena com 1.326 veículos. O Renegade ainda é o segundo do segmento, mas o Creta vai tirando a diferença a cada mês – apenas 164 unidades separam os dois.

LEIA MAIS: Fiat Argo 1.0 anda bem e mostra que vai incomodar os principais rivais

Essa disputa ainda vai esquentar. A Ford vem fazendo promoções para as últimas unidades do EcoSport, limpando os estoques para a chegada do modelo reestilizado, que chega às concessionárias no começo de agosto. Outro grande rival do Argo é o Nissan Kicks, que no começo do ano brigava de igual para igual com Creta e Renegade, mas acabou caindo nas vendas pela transição do modelo mexicano para o brasileiro – a marca importou uma quantidade que não foi suficiente para a demanda. Ganhará força aos poucos, conforme a fábrica em Resende (RJ) começar a suprir a demanda e abrir o segundo turno, previsto para a segunda metade de agosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.