Modelo compacto deve receber versão com apelo aventureiro ainda mais acentuado no ano que vem. Câmbio automatizado ainda está em estudo

Renault Kwid Outsider: protótipo mostrado no Salão do Automóvel servirá de inspiração para a versão que feita em série
Divulgação
Renault Kwid Outsider: protótipo mostrado no Salão do Automóvel servirá de inspiração para a versão que feita em série

O Renault Kwid chegou com força na briga entre os hatches compactos. Com apelo aventureiro, boa altura livre do solo, preço atraente e visual agradável, procura atrair quem procura por um carro com jeito de jipinho, que cabe no bolso. A curiosidade também reflete na pré-venda, pois alguns clientes terão que esperar até novembro para retirar a nova aposta da Renault da concessionária, por conta da demanda.

LEIA MAIS: Renault Kwid é um dos carros mais baratos do Brasil. Veja a lista

E vão aparecer mais novidades para o carrinho já no ano que vem, conforme apurou a reportagem de iG Carros.  Uma delas será a versão de produção do protótipo mostrado durante o Salão do Automóvel de São Paulo, no ano passado: o  Renault Kwid Outsider.  O conceito integra contornos verdes no paralama e no rack superior, assim como uma máscara de plástico para as lanternas traseiras. Anteparos de proteção foram adicionados aos para-choques. Por dentro, acabamento de plástico colorido nos arremates, como já conhecemos de outros veículos do segmento. Nem tudo isso deverá estar na versão definitiva, apenas uma parte, tirando alguns exageros. 

Por dentro, o Kwid Outsider vem com detalhes amarelos para ajudar a reforçar o apelo aventureiro do modelo
Divulgação
Por dentro, o Kwid Outsider vem com detalhes amarelos para ajudar a reforçar o apelo aventureiro do modelo


LEIA MAIS:  Renault Kwid: Andamos no hatch que promete balançar o mercado

Essa não seria a primeira vez que a Renault coloca em prática ideias apresentadas em salões ao redor do mundo. A primeira vez que o Kwid apareceu em versão conceitual - já utilizando o nome de produção - foi em 2014, durante o Salão de Nova Delhi (Índia). Além da nova versão com maior apelo aventureiro, a Renault também estuda a instalação de um câmbio automatizado no Kwid. Caso aconteça, espere pelo câmbio EasyR da linha Sandero/Logan/Duster.

Crossover?

O Renault Kwid aposta em sua veia aventureira para seduzir seus clientes. É um hatch mais alto, com 18 cm de altura em relação ao solo - o mesmo que alguns SUVs e crossovers. O porta-malas tem 290 litros de capacidade, e é o maior entre os subcompactos. Seu motor é 1.0 de três cilindros, bem mais simples que os da família Sandero/Logan. Seguro a Renault, o Kwid faz 15,2 km/l com gasolina na cidade.

LEIA MAIS: AutoBuzz! Confira porque Kwid tem tudo para ser um sucesso maior que Up! e Mobi

Por R$ 29.990 não dá pra esperar por um carro muito equipado. A versão Life conta com quatro airbags, ISOFIX, predisposição para rádio e indicador de troca de marcha. O Kwid Zen, por sua vez, custa R$ 34.990 e adiciona direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos e rádio Bluetooth como opcional. O modelo topo de linha, Renault Kwid Intense, sai por R$ 39,990, com retrovisores elétricos, faróis de neblina cromados, central multimídia Media Nav 2.0  e câmera de ré.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.