Fabricante diz que o custo das três primeiras revisões será de R$ 999, já com a mão de obra inclusa

VW Polo terá entre os atrativos o baixo custo de reparabilidade, de acordo com o ranking do CESVI Brasil
Divulgação
VW Polo terá entre os atrativos o baixo custo de reparabilidade, de acordo com o ranking do CESVI Brasil

São revelados mais detalhes sobre a nova geração do VW Polo que começa a chegar às lojas entre o fim de outubro e o início de novembro. De acordo com a fabricanre, o carro será o mais barato para ser reparado do mercado brasileiro, atingindo a classificação 10, igualando-se ao Up! e Cross up! com o menor índice geral de reparabilidade, levando em conta o ranking do Car Group 2017 do CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

LEIA MAIS: A nova geração do VW Polo e o desafio do lançamento certeiro

A marca alemã também diz que o VW Polo será oferecido com  R$ 999 para as três primeiras revisões (10.000 km, 20.000 km e 30.000 km), valor que inclui as peças substituídas e itens verificados no serviço de manutenção, além do valor de mão-de-obra na concessionária

Como funciona o Car Group

Quanto menor a pontuação (em uma escala que vai de 10 a 60), menor será o tempo e o custo de reparo do veículo. Criado em 1997, o índice CAR Group compara veículos de uma mesma categoria quanto à facilidade e o custo de seu reparo. São realizados testes de impacto de baixa velocidade (15 km/h), com colisão de 40% da dianteira esquerda e 40% da traseira direita, de acordo com a Norma Internacional do RCAR (Research Council for Automobile Repairs).

LEIA MAIS: Volkswagen começa a fabricar novo Polo no Brasil. E confirma linha de 4 modelos

Após cada impacto, é estudada a extensão dos danos e a facilidade do reparo. É feito um cálculo que considera os custos da reparação dianteira e traseira, os tempos de substituição e a cesta básica de peças, gerando assim o índice CAR Group. O estudo contempla automóveis fabricados no Brasil, Mercosul e importados. A atualização do ranking é feita mensalmente e serve de referência para as seguradoras calcularem os preços dos seguros dos veículos.

Nova família

O protótipo VW T-Cross servirá de base para o novo SUV compacto derivado do Polo que vai chegar ao mercado
Divulgação
O protótipo VW T-Cross servirá de base para o novo SUV compacto derivado do Polo que vai chegar ao mercado


Além da versão hatch do novo Polo, a Volkswagen vai fabricar mais outros três modelos sobre a mesma plataforma MQB-A0, uma versão um pouco menor da que equipa o VW Golf, Audi A3 e companhia. Por enquanto, a fabricante diz apenas que um dos outros carros derivados do Polo será o sedã compacto Virtus, mas sabe-se que também haverá um SUV compacto e uma picape, do mesmo porte da Fiat Toro e da Renault Oroch.

LEIA MAIS: Carros globais ou carros locais? Eis a questão!

O novo VW Polo tem porte mais próximo do Golf do que do Gol. Tomando como base a versão que começará a ser vendida na Europa, o carro tem 4,05 metros de comprimento, 2,56 m de entre-eixos, 1,74 m de largura e 1,44 m de altura. O Gol tem 3,89 m de comprimento e 2,46 m de entre-eixos, já no Golf essas medidas são de 4,25 m e 2,63 m. É quase o mesmo tamanho da quarta geração do Golf, feita no Brasil, tinha, com 10 cm a menos no comprimento, mas com 5 cm a mais no entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 350 litros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.