Hatch esportivo vai de 0 a 100 em 4 segundos e está todo equipado com itens de corrida, mas não espere qualquer mimo ou luxo

Volkswagen Polo GTI R5: o  hatch que adquire a sua melhor forma é bastante equipado, mas sem opcionais de luxo
Divulgação
Volkswagen Polo GTI R5: o hatch que adquire a sua melhor forma é bastante equipado, mas sem opcionais de luxo

Eis o Volkswagen Polo GTI R5, versão de rali inspirada no esportivo de rua (GTI). O carro vem para competir com carros da mesma categoria e as transformações seguiram as mesmas propostas de carros como o Citroën DS3 R5, Ford Fiesta R5 e o Skoda Fabia R5. Em 2016, após ter decepcionado os fans do WRC (campeonato mundial de rali) com sua retirada das corridas, a Volkswagen anuncia seu retorno com o Polo R5 WRC para 2018, só que sem equipe própria (equipes independentes poderão adquirir o carro e correr com ele). A marca alemã conquistou 12 títulos entre 2013 e 2016, quando correu oficialmente e com seu próprio time, o que leva a marca a um patamar respeitável na categoria mais tradicional de ralis, superando a Subaru e se igualando a Mitsubishi, Peugeot e Toyota.

LEIA MAIS: Volkswagen Polo GTI de 200 cv é mostrado no Salão de Frankfurt

Em destaque, o Polo GTI, carro que serviu de inspiração para o Volkswagen Polo GTI R5
Divulgação
Em destaque, o Polo GTI, carro que serviu de inspiração para o Volkswagen Polo GTI R5

O Volkswagen Polo GTI R5 tem 272 cv e bons 40 kgfm a partir de um motor 1.6 turboalimentado, que o leva de 0 a 100 em apenas 4 segundos. A equipe de corridas da marca alemã, desenvolvedora do hatch, é composta pelos mesmos integrantes que projetaram o carro da temporada de 2016. Os planos consistem, segundo afirma a montadora, em formular um carro completamente novo, mas seguindo o sucesso nas temporadas do WRC (Campeonato mundial de rali) que conquistaram em anos anteriores. Sven Smeets, diretor da equipe Volkswagen Motorsports, e sua equipe, dizem que a intenção é, e sempre foi, partilhar as experiências das pistas, em prol de um melhor desenvolvimento dos modelos de produção da marca, já que é sob uso extremo e nos ambientes desafiadores que se pode coletar o máximo possível de informações e preparar o carro para enfrentar os mais exigentes cenários.

LEIA MAIS: Novo Polo 1.6 MSI: um hatch bem equipado por menos de R$ 60 mil

Disputando até contra si próprio

O hatch puro-sangue será mais um dos modelos “crus” e preparados para corridas da marca, ao lado do Golf GTI TCR, feito para campeonatos de turismo. A marca alemã adota a política de criação de carros de corrida a partir de versões de rua também para a Bentley (Continental GT3), Lamborghini (Huracan GT3), Audi (R8 LMS), Porsche (Cayman GT4 Clubsport), Seat (Leon Cup) e, inclusive, a Skoda, que apesar de ser do mesmo grupo, tem o Fabia R5, que concorre diretamente com o Polo na categoria. Isso faz da marca uma das poucas que busca concorrer consigo mesma, mostrando que leva sério a competição e o desenvolvimento de seus produtos.

O mais próximo que o Brasil terá do Polo GTI será a versão GTS, ainda não revelada oficialmente pela fabricante
Divulgação
O mais próximo que o Brasil terá do Polo GTI será a versão GTS, ainda não revelada oficialmente pela fabricante

LEIA MAIS: Novo VW Polo: como anda o hatch premium com motor 1.0 turbo

O WRC

O WRC é uma categoria de rali da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) que acontece em ambientes de terra, cascalho e até neve. As fabricantes se interessam quanto a participação desses campeonatos, pois é uma grande oportunidade para o desenvolvimento de tecnologias, aprimoramento da qualidade dos projetos e para divulgar seus produtos. As especificações de potência este ano incluem 380 cv de motores com 1.6 litro, câmbio sequencial de 6 marchas e sistema de largada, que levam os carros de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos no cascalho. É a inspiração nas corridas e no Polo GTI que resulta no Volkswagen Polo GTI R5.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.