Tamanho do texto

Versão hatch do modelo começa a ser vendido no país vizinho pelo equivalente a R$ 61 mil. Saiba quais serão as outras novidades da fabricante

Irmão do Hyundai HB20, o Kia Rio será fabricado no México. No Brasil, o hatchback chega às lojas no primeiro semestre
Divulgação/Kia
Irmão do Hyundai HB20, o Kia Rio será fabricado no México. No Brasil, o hatchback chega às lojas no primeiro semestre

A Kia prepara uma série de novidades para o Brasil em 2018. Uma delas será o modelo Rio, vindo do México e que deverá ser lançado até o fim do primeiro semestre. Porém, antes disso, o carro já começa a ser vendido na Argentina, por preços que partem de US$ 19 mil, ou algo em torno de R$ 61 mil numa convesão simples.

LEIA MAIS: Novo Kia Rio, “irmão do HB20”, começa a ser feito no México, a caminho do Brasil

O Kia Rio vai entrar na briga dos hatches compactos mais caprichados, segmento que tem crescido rapidamente no Brasil com a chegada do VW Polo, Fiat Argo, Ford Fiesta renovado e que ainda terá Toyota Yaris, novo Nissan March, entre outros.

Traseira tem desenho elegante, mas sem linhas ousadas que se diferem da maioria dos rivais
Divulgação/Kia
Traseira tem desenho elegante, mas sem linhas ousadas que se diferem da maioria dos rivais

Para enfrentar os rivais, o Kia Rio terá como aliada a lista de equipamentos de série que deverá incluir controles de estabilidade (ESP) e tração, central multimídia compatível com Apple Car Play e Android Auto e câmbio automático, de seis marchas, acoplado ao motor 1.6, que rende 123 cv com gasolina. 

Outras novidades da Kia

Kia Stonic: SUV com jeito descolado tem o mesmo porte do Creta e será grande aposta da marca no Brasil
Divulgação/Kia
Kia Stonic: SUV com jeito descolado tem o mesmo porte do Creta e será grande aposta da marca no Brasil

A lista de modelos da marca coreana que serão lançados no Brasil inclui modelos com o SUV Stonic, do mesmo porte do Hyundai Creta. O carro poderá vir com pintura de dois tons que pode receber até 20 combinações. Além disso, o interior será um pouco mais descolado com frisos coloridos no console central e no centro do painel.

Na lista de equioamentos do Stonic haverá alerta de colisão frontal, assistente de ponto cego com alerta para trânsito cruzado, frenagem autônoma de emergência com reconhecimento de pedestres e auxílio para entrada em estradas. E no conjunto mecânico, entre as opções, está o 1.0 turbo, do HB20, mas com injeção direta de combustível.

LEIA MAIS: Kia Stonic vira aposta da marca para os SUVs compactos. Saiba detalhes

Em sua terceira geração, o Kia Picanto conta com uma versão de apelo esportivo
Divulgação/Kia
Em sua terceira geração, o Kia Picanto conta com uma versão de apelo esportivo

O pequeno hatch Picanto também chegará ao Brasil. Mudou de geração, apesar do visual parecer ter mudado pouco. Entre outras mudanças, ganha  entrada de ar no para-choque bem parecida com a grade usada no Soul. Na configuração esportiva, os faróis de neblina passam para dentro da grade do para-choque, para que sua posição anterior vire entradas de ar.

Por dentro, as mudanças no design foram as saídas de ar dos cantos do painel na vertical e os controles do ar-condicionado posicionados mais abaixo. Virá bem mais equipado, com seis airbags (frontais, laterais e de cortina) e controle eletrônico de estabilidade e tração de série em todas as versões. A central multimídia com tela de 7” tem com espelhamento de celular e navegador com imagem 3D. 

Sedã arrojado e com sobra de fôlego quer surpreender concorrentes tradicionais de marcas alemãs
Divulgação/Newspress
Sedã arrojado e com sobra de fôlego quer surpreender concorrentes tradicionais de marcas alemãs

Um terceiro modelo que está confirmado no Brasil é o Stinger, sedã esportivo que virá para tentar brigar com modelos das tradicionais marcas alemãs, como Audi, BMW e Mercedes. Pode vir com motor 2.0. turbo, de quatro cilindros e 258 cv e 36 kgfm de torque a partir de 1.400 rpm, ou V6 3.3 biturbo, de 370 cv e bons 52 kgfm entre 1.300 e 4.500 rpm, números suficientes para ir de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, de acordo com a fabricante. 

Entre outros equipamentos, terá faróis e lanternas com LED no lugar de lâmpadas convencionais e uma moderna central multimídia saltando para fora do painel e as três entradas de ar circulares no meio do console. De resto, segue um estilo normal para os esportivos atuais, com tela TFT no meio do painel de instrumentos, capaz de mostrar dados que só importam para quem anda rápido, como força G, tempos de volta e mais.

LEIA MAIS: Kia revela sedã esportivo de verdade para brigar com Mercedes, Audi e BMW

Além do bom desempenho, virá equipado com sistema de som com 9 alto-falantes e amplificador externo. Quem pagar um pouco mais pode levar o som Harman/Kardon com 15 alto-falantes e subwoofers. Terá suspensão ajustável eletronicamente, controle de cruzeiro adaptativa, heads-up display e até recarga de bateria do celular sem fio.