New Fiesta é quase um hatch médio

Sem rivais à altura, modelo da Ford sobra, mas situação deve mudar em breve

Fabiano Mazzeo, especial para o iG Carros | 29/3/2012 08:40

Ford Fiesta 2012 SE 1.6 16V flex 4p manual

Dados técnicos
Preço
R$ 48.950
Capacidade
5 passageiros
Velocidade máxima
190 km/h
0 a 100 km/h
12,1 s
Consumo urbano
11 km/l
Potência
110 cv
Torque
15,8 kgfm
Porta-malas
290 litros
Veja ficha técnica completa

O segmento dos hatches compactos ‘premium’ andava devagar nos últimos tempos. Volkswagen Polo, Citroën C3 e Fiat Punto, por exemplo, já deram para o gasto, mas as novidades começam a chegar. O mexicano New Fiesta foi o primeiro e deve ser seguido pelo Chevrolet Sonic e por outros concorrentes como o Kia Rio, além da nova geração do C3.

Enquanto isso não acontece, a Ford sobra na categoria. A versão hatch do ‘New Fiesta’ é bem mais harmoniosa no visual que seu irmão sedã. Além disso, há diferenças de estilo. Na frente, reconhece-se o hatch pela grade do radiador, que é da cor da carroceria - o sedã utiliza uma peça cromada. Na lateral temos um equilíbrio de linhas, mais proporcionais. As lanternas altas traseiras lembram os últimos modelos da escola coreana.

Já o interior não acompanha as linhas mais ousadas externas. Os bancos de tecido lisos e pretos são monótonos, mas muito confortáveis e contam com regulagem de altura. O painel é bem acabado e com os mostradores com dimensões mais minimalistas, o que confere uma grata impressão de delicadeza. No centro do painel temos o rádio com display separado e o sistema Sync, criado em parceria com a Microsoft, que permite conexão de celulares via Bluetooth e leitura de mensagens de texto. Mas, apesar de ter os comandos em português, eles são pouco intuitivos e os botões em formato de paralelogramo (que lembram os robôs de Transformers) não ajudam muito.

O Fiesta é equipado com motor Sigma 1.6 16V de 115 cv a 5.500 rpm quando abastecido com etanol e 110 cv a 5.250 rpm com gasolina. O torque é de 16,9 kgfm com etanol e 15,8 kgfm com gasolina e nada baixos 4.250 rpm. Esse propulsor e também o câmbio de cinco marchas IB5, são fabricados em Taubaté, no interior de São Paulo.

Bem adaptado

Andando com o modelo percebemos que o acerto da suspensão está bem adaptado ao solo brasileiro, contornando as curvas em alta velocidade sem sustos. A boa dirigibilidade já encontrada na versão sedã se mostra mais acertada no hatch – o motor também Sigma ajuda, sem dúvida.

O modelo também oferece bom espaço interno, não tão generoso quanto o de alguns modelos mais simples – como o Sandero, da Renault, mas o cliente da Ford tem, em compensação um acabamento mais esmerado para um compacto. Agora o grande ponto negativo é que o modelo raspa nas saídas de garagens, lombadas, etc., tudo graças a um defletor que fica embaixo do veículo e que pelo estado de arranhões tem sofrido muito.

Vendido em uma única versão com três pacotes de conteúdos, o New Fiesta teve seu preço reduzido recentemente, partindo de R$ 45.950, com ar condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricas, CD Player MP3 com entrada auxiliar, alarme Perimétrico, rodas de liga leve aro 15.

O segundo pacote (que era igual ao da unidade testada) sai por R$ 48.450, e acrescenta o sistema Sync, conexão Bluetooth, USB, freios com sistema ABS, assistente de partida em rampa (HLA) e airbag duplo.

No pacote mais caro, o modelo sai por R$ 52.450 graças às rodas de liga leve aro 16, sete airbags, bancos em couro e retrovisores com luz indicadora de direção, entre outros. Aí a situação se complica já que o compacto passa a ter a concorrência “caseira” de um produto melhor, o Focus, que sai a partir de R$ 55.120 com mais espaço e uma dirigibilidade irrepreensível. A esperança é que a versão nacional do New Fiesta, que deve começar a ser produzida por aqui em 2013, corrija essa distorção. Vamos ver.

  • Veredicto

    7

    O New Fiesta hatch é a referência do segmento e deve permanecer assim até a chegada de novos rivais. Mas se equipá-lo demais, passa a valer a pena comprar um Focus.

  • Prazer ao dirigir

    7

    O New Fiesta é bom de dirigir, pecando somente por raspar o defletor em qualquer depressão ou lombada.

  • Ergonomia

    8

    Banco com regulagem de altura, assim como volante. Só os botões do sistema de som não são fáceis de usar.

  • Conforto para o motorista

    8

    As principais necessidades estão presentes, só falta mesmo o banco de couro, que existe no pacote mais caro.

  • Conforto para os passageiros

    6

    O New Fiesta não esbanja tanto espaço quanto alguns compactos inflados: o espaço para pernas é limitado.

  • Praticidade

    7

    O volante, elétrico, é muito leve em manobras. Tampa traseira facilita acesso ao porta-malas.

  • Versatilidade

    7

    Não nasceu para fazer trabalhos pesados, mas o hatch até resolve em outras situações de cotidiano.

  • Diversão

    7

    O motor 1.6 16V funciona bem em altas rotações. Já a suspensão, em piso liso, empolga.

  • Visual

    7

    Além de ser novidade, o visual, mais harmônico que a versão sedã, é o ponto alto.

  • Tecnologia

    6

    O sistema Sync prometia mais, mas conta com um conteúdo tecnológico moderno.

  • Status

    7

    Parece médio por fora e o interior também dá uma impressão melhor do que a realidade.

Leia tudo sobre: FordFiestaNew FiestaSEhatchavaliação

PESQUISE CARROS

RANKING

Veículos mais vendidos - agosto de 2014

Pos. Modelo Vendas
Fiat Palio 14.305
Volkswagen Gol 14.198
Fiat Strada 12.849
Fiat Uno 10.922
Chevrolet Onix 10.285
Hyundai HB20 9.074
Ford Fiesta 8.505
Fiat Siena 8.469
Volkswagen Fox 7.480
10º Renault Sandero 7.278
Veja ranking completo