Tamanho do texto

SUV médio fará companhia ao Prius no segmento de carros híbridos da linha Toyota. Confira o vídeo com todos os detalhes

Já se vão 20 anos desde que a Toyota apresentou o Toyota RAV4, que recebe agora uma motorização híbrida. Nós estivemos testando este carro pelas ruas e estradas da Flórida, rodando mais de mil milhas. É um momento importante para a marca japonesa, pois o RAV4 Híbrido é o primeiro SUV compacto híbrido da Toyota para o segmento SUV, oferta única no mercado.

LEIA MAIS: Peugeot 3008 chega mais completo e seguro na versão 2019

Foi em 1994 que a Toyota lançou o RAV4, o Recreational Active Vehicle  e apresentava tração integral e a configuração de 3 portas com design compacto, faziam do Toyota RAV4 o primeiro “4×4 urbano”. Era a inauguração oficial de um novo segmento, o dos SUVs compactos.

No primeiro ano de comercialização a Toyota contabilizava 53.000 unidades vendidas do Toyota RAV4, um número que acabaria por triplicar em 1996. O sucesso não ficaria por aqui: em 2013 as vendas eram dez vezes superiores às de 1994, ano de lançamento da primeira geração.

O Toyota RAV4 é vendido em mais de 150 países, com mais de 6 milhões de unidades vendidas das quatro gerações do SUV. O mercado brasileiro não representa uma fatia excepcional nas vendas globais do RAV 4, mas ele também faz muito sucesso por aqui. Sua gama será aumentada em nosso país com a chegada da versão híbrida, em um futuro próximo.

A Toyota conta com larga experiência em modelos híbridos, tendo iniciado esta revolução em 1997 com o lançamento da primeira geração do Toyota Prius, o primeiro veículo híbrido de produção em série. No Brasil, o Prius é o modelo híbrido mais vendido.

LEIA MAIS: Ford EcoSport Storm é opção entre os SUVs aventureiros. Confira o vídeo

Desde que o Toyota Prius foi lançado na Europa, há 16 anos, a marca nipónica já vendeu 1 milhão de unidades híbridas no “Velho Continente” e mais 8 milhões em todo o mundo. O resultado? 60% de todos os veículos híbridos vendidos no mundo são Toyota / Lexus e este número de vendas contribuiu para uma redução das emissões estimada em mais de 58 milhões de toneladas de CO2. Objetivos para 2020? Metade das vendas devem ser híbridos.

Debaixo do capô encontramos um motor de 2.5 litros de cilindrada, a gasolina, de ciclo Atkinson, com 157 cavalos e 21 kgfm de torque. Já o motor elétrico apresenta 105kW (145 cv) e 27,6 kgfm de torque máximo, sendo a potência combinada de 197 cv. São números que permitem cumprir a aceleração de  0 a100 km/h em 8,3 segundos e atingir uma velocidade máxima de 180 km/h (limitados). O Toyota RAV4 Híbrido é a versão mais potente do RAV4 até hoje já fabricada.

Sobre o futuro

Toyota RAV4: nova versão do SUV vai ser vendida no Brasil para fazer companhia para o Prius entre os híbridos
Divulgação
Toyota RAV4: nova versão do SUV vai ser vendida no Brasil para fazer companhia para o Prius entre os híbridos

O Toyota RAV4 Híbrido está disponível com tração dianteira (4×2) e tração integral (AWD). Nas versões com tração nas quatro rodas, o Toyota RAV4 Híbrido recebe um segundo motor elétrico no eixo traseiro com 69 cv, ficando a sua gestão e controle a cargo do sistema de tração E-Four. Esta solução foi aplicada numa perspectiva de redução de custos, não havendo necessidade de existir uma caixa entre os dois eixos.

O sistema de tração E-Four faz variar a distribuição de torque nas rodas traseiras de forma independente do motor elétrico frontal. Além otimizar a tração e performance de condução com as condições do terreno, reduz as perdas de tração. O fato de ser independente, permite uma otimização de combustível face aos sistemas 4×4 convencionais. A capacidade de reboque é de 1650 kg.

LEIA MAIS: Fiat Cronos: sedã compacto chega repleto de novidades

Uma das novidades do novo Toyota RAV4 Híbrido é o software de controle do sistema híbrido, que se apresenta totalmente revisto. A caixa de variação contínua (CVT) proporciona uma aceleração linear e a forma progressiva como entrega às rodas a potência é bem interessante. A função “shiftmatic”, transmite ao condutor uma sensação similar à das passagens de caixa de uma transmissão manual. O modo “Sport” faz o que lhe compete por tradição: a resposta do motor é melhorada e a tração é imediata.

O Toyota Safety Sense combina uma câmara e radar de ondas milimétricas, sistema de pré-colisão, aviso de saída da faixa de rodagem, farol alto automático e reconhecimento de sinais de trânsito. No Toyota RAV4 encontramos também cruise control adaptativo  e um sistema de pré-colisão melhorado, capaz de detetar potenciais colisões com veículos e pessoas.

Uma tela multi-informações colorida de 4.2 polegadas, localizado no painel de instrumentos do Toyota RAV4, permite consultar todas as informações do veículo durante a condução. Além disso, tem uma tela central (bem grande) com as demais informações do carro, inclusive um gráfico de consumo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.