A Tiger Explorer 1200 é uma "big trail" estradeira e a Speed Triple, uma "street fighter" deliciosamente prazerosa de pilotar

Triumph Speed Triple
Divulgação
Triumph Speed Triple

Eu sei que para muitas pessoas essa história de curtir motocicletas é relativamente recente. Explico: até meados dos anos 60, a moto era para poucos, aqueles poucos que se arriscavam em apenas duas rodas enfrentando as intempéries e outras restrições de menor monta. Só pilotava motocicleta quem realmente gostava e tinha aptidão para isso.  As japonesas então chegaram e popularizaram a coisa.

A moto virou um instrumento de total liberdade. Por aqui, foram mesmo os motoboys nos anos 80 que fizeram a população se tocar que esses frágeis veículos eram uma realidade, perigosamente circulando por entre nossos seguros automóveis. Mas a febre pegou mesmo depois que pacatos cidadãos descobriram os veículos de duas rodas como uma alternativa prática e acessível para ir e vir do seu trabalho.

 Isso fez o mercado crescer e atrair marcas que muitos desses novos motociclistas jamais tinham ouvido falar. Todo esse floreio só para falar da Triumph , marca inglesa de motocicleta que vive seu auge agora, aqui no Brasil. Muita tradição, com bastante inovação e tecnologia.

 A Triumph , que produz motocicletas em Manaus (AM), acabou de nos mostrar as novas Tiger Explorer e Speed Triple R , coincidentemente os modelos que mais aprecio no portifólio damarca. A T riumph Tiger Explorer é a "big trail" estradeira completa, com motor tricilíndrico de 1.215 cm 3 de 139 cv, transmissão por eixo-cardã e um conforto extraordinário. É só montar em uma que a vontade de ir para a estrada aparece.

 Já a Triumph Speed Triple R é a mais divertida das motocicletas no estilo "street fighter" que podemos comprar no Brasil. O motor tricilíndrico de 1.050 cm 3 oferece 140 cv de potência. É uma naked, ou seja, sem carenagem, que fica no meio do caminho entre uma superesportiva, que tem carenagem integral e guidão muito baixo, e uma tradicional motocicleta urbana.

 Experimentei a Tiger Explorer 1200 por estradas vicinais: apesar do tamanho, freia e faz curvas de forma surpreendente. Seu sistema eletrônico de freios ABS tem uma função que permite frear no meio da curva sem que a motocicleta perca a trajetória.

 A Speed Triple R 1050 foi tocada em um circuito fechado. Mesmo para quem está acostumado com motocicletas muito potentes, a resposta ao acelerador depois das curvas é algo fantástico. Para ter uma Triumph dessas é necessário desembolsar R$ 59.500, no caso da Triple , e R$ 58.500 para a Tiger Explorer XR.  Há uma versão mais equipada e mais cara da Tiger , e Explorer Xcx , que custa R$ 70.500.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.