Baseada na Street Twin, a nova moto é esportiva porém mantém sua simplicidade. Confira mais detalhes sobre a novidade

A esportividade da nova Triumph Street Cup não está apenas na aparência, mas na posição de condução e na pilotagem
Divulgação
A esportividade da nova Triumph Street Cup não está apenas na aparência, mas na posição de condução e na pilotagem

Se você gostou do estilo minimalista da Triumph Street Twin, mas acha que essa motocicleta de apelo urbano deveria ter “algo mais”, uma certa personalização esportiva ao estilo café racer, vai gostar de conhecer a nova Triumph Street Cup. A nova motocicleta da família Bonneville (T120, Thruxton R, Street Twin e agora a Street Cup) já sai agradando no visual: o guidão baixo, o pequeno defletor de vento acima do farol, os escapamentos de ponteiras pretas e a bela cobertura removível do banco, que faz parecer uma rabeta de competição, deixaram a Cup realmente como uma café racer.

LEIA MAIS: Triumph Thruxton R, mostra que é uma verdadeira Café Racer. Veja detalhes

 Não quero ser preconceituoso, afinal todas as cores têm seus adeptos, mas a Triumph Street Cup amarela é bem mais chamativa e bonita que a preta, ambas com detalhes cinza no tanque. Na amarela as rodas de liga leve fundidas têm um filete amarelo no aro, na preta esse filete é dourado. O detalhe cinza presente também nas laterais da rabeta tem o formato de um number plate, onde os pilotos pintam seu número para corridas.

 Com as mesmas características mecânicas da Street Twin, como o motor bicilíndrico de 900 cm 3 e 55 cv, a Cup tem algumas diferenças ergonômicas em relação ao modelo da qual deriva, o que muda completamente a posição de pilotagem. A começar pelo guidão do tipo morcego. Quem pilotava motocicletas nos anos 70 conhece bem esse tipo de guidão, que fica quase na mesma posição dos dois semi-guidões do tipo tomaseli mas é fixado no suporte convencional, acima da mesa superior da suspensão). Mais baixo e fechado, esse guidão é mais esportivo, mas mesmo assim ainda oferece uma posição bastante confortável para o piloto. Os dois espelhos, fixados nas pontas do guidão, são mais baixos que os convencionais mas permitem uma boa visão traseira. Com o banco um pouco mais alto, assim como a suspensão traseira, o piloto quase parece estar em um modelo de pista.

LEIA MAIS:  Nova Triumph Tioger Sport está sempre em constante evolução

 Ágil em qualquer situação

Para quem já experimentou a Triumph Street Twin, a primeira impressão ao sair com a Street Cup é a de uma frente muito leve e arisca, resultado de um ângulo de cáster mais fechado, de 24,4 graus (o cáster da Street Twin é de 25.1 graus ). Após algum tempo de pilotagem no entanto, isso já passa despercebido pelo piloto. O cáster mais fechado favorece a agilidade da motocicleta, principalmente em rápidas mudanças de trajetória.

 A Triumph Street Cup é equipada com sistema ABS nos freios, constantemente ligados, controle de tração, este podendo ser desligado, embreagem deslizante que não permite travar a roda traseira em reduções bruscas, e acelerador eletrônico, sem cabo. E para quem acha que a personalização “original” da Triumph ainda não é suficiente, a marca oferece 120 itens de acessórios, como a suspensão traseira ajustável, escapamentos Vance & Hines, manoplas aquecidas, piscas de leds e tomada USB embaixo do banco, para carregar celular. O preço da nova Triumph Street Cup é de  R$ 41.990.

LEIA MAIS:  Triumph Street Twin une nostalgia ao conforto e à tecnologia. Confira detalhes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.