Tamanho do texto

Juntos, os modelos Ka, Onix, Prisma, Corolla e Compass venderam quase 109 mil unidades no primeiro trimestre

Apesar das novidades dos últimos meses, os campeões de venda no Brasil são os velhos conhecidos do ano passado e até de anos anteriores. É verdade que um ranking demora algum tempo para se modificar, mas a lista dos cinco campeões do primeiro trimestre de 2018 revela também nosso conservadorismo na hora de comprar um dos carros disponíveis no mercado.

LEIA MAIS: Há dez anos, brasileiro só comprava Gol, Palio, Uno, Fox e Celta

Juntos, Ford Ka, Chevrolet Onix, Chevrolet Prisma, Toyota Corolla e Jeep Compass venderam 108.910 unidades nos três primeiros meses da temporada. Isso já sinaliza que alguns deles serão campeões novamente este ano, mas nem todas as posições estão definidas. E também há alguns crescimentos interessantes nessa perseguição aos líderes de mercado. Separei cinco categorias de carros para ver quem está se dando bem este ano.

Veículos de entrada

Ford Ka: o veículo de entrada mais vendido do primeiro trimestre, com 24.028 emplacamentos
Divulgação
Ford Ka: o veículo de entrada mais vendido do primeiro trimestre, com 24.028 emplacamentos

Desde que a Ford desistiu de fazer um subcompacto no Brasil, o Ford Ka vem se dando muito bem. Hoje ele é o líder com alguma folga em sua categoria. Teve 24.028 emplacamentos no primeiro trimestre, abocanhando bons 28,4% do bolo de vendas. O mais próximo seguidor do Ka é o Volkswagen Gol, que acumulou 16.257 vendas e é dono de 19,2% do mercado.

Esse é um resultado justo, pois o Ka tem um projeto mais moderno do que o do Gol e os carros-chefe da Fiat e da Renault (Mobi e Kwid) ainda precisam melhorar para ameaçar sua liderança. O Mobi, aliás, é um dos piores projetos da indústria e só tem boas vendas devido a um marketing eficiente e um preço de entrada competitivo. Dinamicamente e ergonomicamente, ele perde para todos os seus concorrentes, mas ocupa o quarto lugar, com 12.335 vendas.

Hatches compactos

Chevrolet Onix: o tricampeão brasileiro de vendas continua sem concorrentes em sua categoria
Divulgação
Chevrolet Onix: o tricampeão brasileiro de vendas continua sem concorrentes em sua categoria

Nenhuma surpresa com a liderança disparada do Chevrolet Onix. O tricampeão brasileiro de vendas já acumula 41.773 emplacamentos, o que lhe dá um percentual de 32,8% em sua categoria. É impressionante como as outras marcas permitem essa tranquilidade da Chevrolet. Com uma versão partindo de R$ 43.290, o Onix por enquanto é imbatível. É um carro simples, porém bonito, econômico e com uma central multimídia barata e simples de usar.

LEIA MAIS:  O carro mais barato do Brasil vai ficar irresistível nas mãos de Caoa

Seu mais próximo seguidor, o Hyundai HB20, emplacou apenas 24.015 unidades (18,8%) e já não empolga tanto como em anos anteriores. A novidade do segmento é o VW Polo, que já soma 17.721 vendas (13,9%), mas sua versão mais barata parte de R$ 49.990 – e isso explica a tranquilidade do Onix entre os hatches compactos.

Sedãs compactos

Chevrolet Prisma: a versão sedã do Onix segue na mesma toada de seu irmão dentro da General Motors
Divulgação
Chevrolet Prisma: a versão sedã do Onix segue na mesma toada de seu irmão dentro da General Motors

Nessa categoria temos uma repetição do que acontece na categoria dos hatches, só que com números menores. O Chevrolet Prisma (sedã do Onix) soma 16.382 licenciamentos e 26,7% de participação. Em seguida vem o Hyundai HB20S, com 7.615 e 12,4%. O único a ameaçar esses dois é o VW Virtus, que vendeu 4.600 unidades em dois meses, e o Fiat Cronos, que estreou recentemente.

Sedãs médios

Toyota Corolla: entra ano, sai ano, e nada muda, pois o sedã japonês continua dando um banho na concorrência
Renato Maia/Falando de Carros
Toyota Corolla: entra ano, sai ano, e nada muda, pois o sedã japonês continua dando um banho na concorrência

Entra ano, sai ano e nada muda nessa categoria. O domínio do Toyota Corolla é total. Com 13.749 vendas acumuladas, ele é dono de incríveis 40,5% do mercado. Depois de uma breve disputa com o Chevrolet Cruze, o Honda Civic se impôs e vai mantendo a vice-liderança, bem distante do Corolla, com 5.654 vendas e 16,6% de participação. Como produto, hoje o Civic é superior, pois acabou de ganhar uma nova geração, enquanto o Corolla ainda não mudou. Porém, o conservadorismo do brasileiro ainda prefere a confiabilidade da Toyota e seu estilo tradicional.

SUVs

Jeep Compass: com 11,8% de participação, o SUV americano lidera seu mercado, mas tem dois japoneses na cola
Divulgação
Jeep Compass: com 11,8% de participação, o SUV americano lidera seu mercado, mas tem dois japoneses na cola

Aqui sim temos uma verdadeira disputa! Ao contrário das outras categorias, entre os SUVs o líder tem menos de 12% do mercado. O líder ainda é o Jeep Compass, com 12.978 vendas e 11,8% de participação. Mas ele é seguido de perto por dois japoneses: o Honda HR-V, com 12.832 emplacamentos (11,7%), e o Nissan Kicks, com 12.320 (11,2%). Ninguém pode afirmar com certeza quem terminará o ano como campeão.

LEIA MAIS:  Onix e Corolla dão banho na concorrência e movimentam mais de R$ 14 bilhões

Considerado o segmento de carros mais atraente hoje em dia, o mercado de SUVs não para de crescer e já soma 24,3% do total. Ele só perde para a categoria de hatches pequenos, que tem 28,2%, segundo o ranking da Fenabrave. No ano passado, ao final do primeiro trimestre, os SUVs representavam 20,9% do mercado total. E em janeiro deste ano bateu em 25,3%, contra 25,9% dos hatches pequenos. O Hyundai Creta aparece em quarto lugar, com 9.615 vendas, mas ainda não ameaça os três líderes.