Quarta geração mantêm motor 2.0 de 167 cv e chega para continuar a ser o carro mais vendido da marca no país

A quarta geração do Kia Sportage chega ao Brasil, após uma participação especial em uma novela na TV ter servido de apresentação não-oficial. Importado da Coreia do Sul, o utilitário será vendido por R$ 109.990 em sua versão de entrada LX e R$ 134.990 pelo modelo topo de linha EX . Já está nas concessionárias da marca em boa parte do país – talvez demore mais alguns dias em estados mais distantes do eixo centro-sul.

As duas configurações do Sportage utilizam o mesmo motor 2.0 flex de 167 cv e 20,2 kgfm de torque com etanol. É o mesmo motor da geração anterior e que também equipa seu irmão Hyundai ix35, com mudanças na calibração para aumentar o rendimento energético. O lado ruim é que, com essas alterações, perdeu 11 cv em relação ao Sportage anterior. A única opção de câmbio é o automático de seis marchas.

Se depender do que o Inmetro diz, a mudança no motor não adiantou de nada. Segundo o teste feito para consumo de combustível, o Sportage continua a fazer 6,3 km/l na cidade e 7,7 km/l na estrada, com etanol, e 9 km/l na cidade e 11 km/l na estrada, com gasolina. Esse desempenho rende uma nota A em seu segmento e C no geral.

Kia Sportage 2017 tem como um dos principais destaques a recheada lista de itens de série
Divulgação/Kia
Kia Sportage 2017 tem como um dos principais destaques a recheada lista de itens de série

Quando mexeram na estrutura do Sportage , buscaram dois pontos principais: materiais melhores e mais espaço. De acordo com a marca, 51% do SUV é feito com aço avançado de alta resistência, tecnologia do grupo Hyundai . Por isso, o Sportage tirou nota máxima nos testes de colisão do Euro NCAP, NHTSA e IIHS. Está 40 milímetros mais longo, e com mais 30 mm no entre-eixos, aumentando o espaço interno. O porta-malas também cresceu, de 740 litros para 868 litros, de acordo com a fabricante.

De série, vem com ar-condicionado, computador de bordo, piloto automático, seletor de modo de condução (Eco, Normal e Sport), sistema de som com tela 5” sensível ao toque e conexão Bluetooth, volante multifuncional com regulagem de altura e profundidade, vidros elétricos nas quatro portas, faróis de neblina, espelhos laterais elétricos, airbag duplo frontal, acendimento automático dos faróis, câmera de ré, direção elétrica, rodas de liga leve 17”, sensor de estacionamento traseiro e ancoragem ISOFIX para cadeirinhas infantis.

A versão EX adiciona ar-condicionado digital, central multimídia com tela 7” e navegador por GPS, bancos de couro, assentos do motorista e passageiro com ajuste elétrico, partida por botão, sensor de chuva, faróis de neblina e lanternas em LED, rodas de liga leve 19”, teto solar duplo panorâmico, airbags laterais e de cortina, controle eletrônico de tração e estabilidade, volante diferenciado com hastes para troca de marcha, faróis com luzes em LED de iluminação diurna, detector de ponto cego, assistência de partida em rampas, e controle de frenagem em declives.

Com este posicionamento de preço e lista de equipamentos, a Kia acredita que o Sportage vai incomodar um pouco seus rivais no segmento de utilitários Premium, superando Audi Q3 , BMW X1 , Mercedes-Benz GLA e até mesmo seu irmão, Hyundai ix35. Mas sem grandes pretenções, já que a marca está presa ao super IPI e cotas de importação. Não esperam vender mais do que 320 unidades por mês neste ano, até porque não podem trazer mais do que isso.

Na tarde desta quinta-feira (23) acontecerá o test-drive do novo Kia Sportage e você poderá conferir nossas impressões ao dirigir aqui em iG Carros.

*Viagem a convite da Kia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.