Linha 2017 do Citroën C4 Lounge aposta apenas em motor 1.6 turbo. Alterações mecânicas fazem com que o sedã faça até 13,2 km/l

A Citroën lança a linha 2017 do C4 Lounge. O sedã médio chega às lojas a partir de R$ 69.990 e tem como principal novidade a aposta em redução de consumo. Para isso, aposentaram o motor 2.0 aspirado, passando a oferecer o modelo apenas com o 1.6 THP turbo flex de 166 cv, com gasolina. Embora o carro já constasse no configurador do site com essas mudanças (conforme adiantado por iG Carros no início do mês), apenas agora que o sedã está nas concessionárias.

Além da aposentadoria do motor 2.0 flex, a Citroën aproveitou para atualizar um pouco o motor 1.6 THP do Citroën C4 Lounge . Continua a gerar 173 cv (com etanol) ou 166 cv (com gaoslina) e 24,5 kgfm de torque a 1.400 rpm. Uma solução encontrada pela marca foi o sistema Volt Control, que desacopla a bateria do alternador quando esta estiver carregada. Só de deixar o alternador desligado quando não for necessário já reduz o consumo em 1%.

LEIA MAIS: Citroën C4 Cactus chegará ao Brasil apenas no final de 2017

Tem muito mais. Criaram uma função Eco Drive, que muda a relação das marchas para os modelos de câmbio automático, de modo a economizar até 5% de combustível. Pela primeira vez, o Citroën C4 Lounge com motor turbo passa a contar com transmissão manual. A caixa, vinda do hatchback DS 3 , conta com seis marchas e é importada da França. A marca não dá o valor exato do rendimento energético, dizendo apenas que o sedã ficou 17% mais econômico quando utilizando esse câmbio.

Ganhou mais equipamentos. Controle eletrônico de estabilidade (ESP) agora é de série, com a função Hill Assist, que mantém o carro parado por alguns segundos ao soltar o freio em uma subida. Conta também com controle de cruzeiro. Outra novidade é a nova central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, com espelhamento de smartphones e reconhecimento de voz, tanto para Android quanto para iOS.

LEIA MAIS:  Citroën passa a ter apenas motor 1.6 turbo flex na linha 2017

Começa a ser vendido por R$ 69.990, na versão Origine, com câmbio manual. Para levar para casa o sedã automático, o preço sobe para R$ 77.590. A configuração intermediária é a Tendande, a partir de R$ 81.590, que passa a contar com a nova central multimídia, rodas de 17 polegadas e ar-condicionado digital de duas zonas. O Citroën C4 Lounge topo de linha é o Exclusive, por R$ 91.590, com seis airbags, teto solar elétrico e partida por botão.

Briga acirrada

Apesar de ser bem melhor de loja do que o seu irmão Peugeot 408 , o Citroën C4 Lounge encontra uma competição bem difícil. O Toyota Corolla , atual líder do mercado, consegue vender mais do que todos os outros nove sedãs do segmento somados. Para dificultar ainda mais a vida do sedã francês, seus rivais passaram por renovações mais profundas. Chevrolet Cruze  e Honda Civic  ganharam novas gerações, enquanto o Nissan Sentra  recebeu retoques no desenho.

O que pode ajudar muito o Citroën C4 Lounge é o lançamento da versão reestilizada, que já apareceu em fotos espiãs na China – onde o sedã estreou primeiro, com o nome de C4L. No modelo renovado, as hastes cromadas da grade invadem os faróis, que ficaram mais longos. Esticaram o sedã mais 54 milímetros, embora tenham ido direto para o comprimento total, alcançando 4,675 metros, sem mexer nos 2,71 m de entre-eixos. Embora a marca não confirme, o C4 Lounge reestilizado deve ser apresentado no Salão do Automóvel, em novembro. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.